Menu
Busca sexta, 10 de julho de 2020
(67) 99659-5905
ENTRADA PROIBIDA

Estados Unidos antecipam para amanhã início do bloqueio a brasileiros

25 maio 2020 - 21h20Por G 1

A Casa Branca divulgou nesta segunda-feira, dia 25 de maio, um comunicado antecipando para terça-feira o início de novas restrições de viagens do Brasil aos Estados Unidos.

As restrições, que constam em decreto assinado pelo presidente Donald Trump, entram em vigor às 23h59 desta terça-feira, dia 26 de maio, no horário da Costa Leste norte-americana. Anteriormente, elas começariam na sexta-feira, dia 29.

No domingo, a Casa Branca anunciou a proibição de entrada nos EUA de passageiros provenientes do Brasil, dois dias depois de país ter se tornado o número 2 no mundo em casos de coronavírus.

Naquele dia, um comunicado da secretária de imprensa da Casa Branca, Kayleigh McEnany, afirmou que "a ação de hoje irá garantir que estrangeiros que estiveram no Brasil não se tornem uma fonte adicional de infecções em nosso país. Essas novas restrições não se aplicam aos voos comerciais entre os EUA e o Brasil".

A partir desta terça não poderão entrar nos EUA estrangeiros que tiverem passado pelo Brasil nos últimos 14 dias antes de tentarem ingressar no país, com algumas exceções (veja abaixo).

Nesta segunda-feira, o Brasil registrou 374.898 casos de coronavírus e 23.473 mortes provocadas pela doença. Já os Estados Unidos, país mais afetado no mundo, tem 1.660.072 casos e 98.184 mortes.

Exceções

A restrição não será aplicada a pessoas que residam nos Estados Unidos ou sejam casadas com um cidadão americano ou que tenha residência permanente no país, Filhos ou irmãos de americanos ou residentes permanentes também poderão entrar, desde que tenham menos de 21 anos.

Membros de tripulações de companhias aéreas ou pessoas que ingressem no país a convite do governo dos EUA também estão isentas da proibição.

A cada semana, mais de 1.500 passageiros chegam a aeroportos dos EUA vindos do Brasil. Entre 11 e 17 de maio, cerca de 1.800 viajantes do Brasil entraram nos Estados Unidos.

Os voos entre os dois países no momento estão bastante reduzidos. Atualmente, os únicos estados dos EUA que ainda operam voos com origem e destino ao Brasil são Texas e Flórida.

Trump falou em restringir a entrada de viajantes do Brasil pela primeira vez em 28 de abril, quando disse que acompanhava "de perto" o que chamou de "surto sério" de novo coronavírus no Brasil.

Ele voltou a comentar a possibilidade em 19 de maio, quando disse a repórteres da Casa Branca que estava "considerando isso". "Não quero que as pessoas venham aqui e infectem o nosso povo", afirmou.

Anteriormente, os EUA já tinham proibido a entrada de pessoas provenientes de outros países devido à pandemia de coronavírus: da China (excluindo Hong Kong e Macau), do Irã, de países europeus membros da zona Schengen, do Reino Unido e da Irlanda.

Desde o final de março, o Brasil proíbe a entrada de estrangeiros no país em viagens de avião. Uma portaria da última sexta-feira proíbe a entrada de estrangeiros também por via terrestre ou transporte aquaviário.

A medida já valia para norte-americanos e incluía exceções, como quem tem moradia permanente no país ou quem está em missão de organismo internacional.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AMBIENTAL
Extração ilegal de argila rende multa a empresa cerâmica
FUTEBOL
Paulistão tem data de inscrição ampliada e rebaixamento mantido
DESCAMINHO
Veículos são apreendidos com produtos contrabandeados
MATO GROSSO DO SUL
No dia do Oncologista, médico diz que é um grande compromisso trabalhar nesta especialidade
BRASIL
Bolsonaro apresenta boas condições de saúde, diz Planalto
PANDEMIA
Pedidos e calamidade pública chega a mais da metade de cidades em MS
CRIME AMBIENTAL
Douradense é multado por armazenar combustível de forma ilegal
ECONOMIA
Caixa ultrapassa R$ 5 bi em crédito a micro e pequenas empresas
ECONOMIA
Dólar fecha em queda com investidores monitorando a pandemia
JARDIM MÁRCIA
Homem é preso por violação de domicílio e tentativa de furto em Dourados

Mais Lidas

DOURADOS
Decreto vai mandar fechar bares e academias por 10 dias
DOURADOS
Publicado, decreto que fecha bares e academias por 10 dias poderá ser prorrogado
PANDEMIA
Pneumologista é o terceiro médico a morrer por covid-19 em Dourados
DOURADOS
Decreto é alterado e agora autoriza delivery e drive-thru para bares e conveniências