domingo, 05 de dezembro de 2021
Dourados
36°max
23°min
Campo Grande
33°max
23°min
Três Lagoas
38°max
23°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
ELEIÇÕES 2020

Eduardo Paes, do DEM, é eleito prefeito do Rio de Janeiro

29 novembro 2020 - 17h51Por G 1

Eduardo Paes (DEM) foi eleito neste domingo, dia 29 de novembro, prefeito do Rio de Janeiro. Será o terceiro mandato do bacharel em direito de 51 anos, que já governou a cidade entre 2009 e 2017.

Com 87,96% das urnas apuradas, às 17h45, Paes somava 1.435.893 votos, ou 64,41% dos válidos, derrotando o atual prefeito, Marcelo Crivella (Republicanos), que tinha 793.512 votos (35,59%).

O vice-prefeito eleito é Nilton Caldeira, um dos fundadores do Partido Liberal (PL).

Nos dois primeiros mandatos, entre seus feitos, Paes foi o anfitrião das Olimpíadas e Paralimpíadas de 2016. Para tal, remodelou partes da cidade, como a Zona Portuária, derrubando o Elevado da Perimetral.

Paes também fez mudanças no transporte, implantando o sistema de ônibus exclusivos do BRT e reordenando as linhas regulares.

No seu plano de governo para 2021-2025, Paes lista 12 objetivos centrais, como a restauração da qualidade de serviços básicos: saúde, educação e transportes.

Segundo Paes, a recuperação da situação financeira passa pelo pagamento dos salários em dia e "a retomada dos sistemas de meritocracia".

Biografia

Eduardo da Costa Paes nasceu em 14 de novembro de 1969, no Rio de Janeiro. Formado em direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio (PUC-RJ), o peemedebista é casado e tem dois filhos.

Paes começou sua carreira política em 1993, quando assumiu a Subprefeitura de Jacarepaguá e da Barra, na primeira gestão do prefeito Cesar Maia (DEM). Em 1996, na época do PFL, foi o vereador mais votado do Rio de Janeiro, com 82.418 votos.

Ainda no PFL, elegeu-se deputado federal em 1998 com 117.164 votos. Quatro anos depois, foi reeleito com 186.221 votos.

Em 2006, Eduardo Paes concorreu ao governo do Rio pelo PSDB, mas obteve só 5,3% dos votos válidos.

Em 2007, foi convidado pelo governador Sérgio Cabral (PMDB) para assumir a secretaria de Turismo, Esporte e Lazer.

Sua primeira vitória para o Palácio da Cidade foi em 2008, quando derrotou Fernando Gabeira em um disputado segundo turno. Paes teve 1.696.195 votos (50,83% dos válidos), contra 1.640.979 (49,17%) de Gabeira.

Em 2012, Paes foi reeleito prefeito do Rio de Janeiro em primeiro turno. Então pelo PMDB (hoje MDB), teve 64,60% dos votos válidos (2.097.733) — Marcelo Freixo (PSOL), o segundo colocado, somou 28,15% (914.082).

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS acumula 37,2 mil empregos criados com carteira assinada em 2021
EMPREGO

MS acumula 37,2 mil empregos criados com carteira assinada em 2021

Ramon, do Flamengo, nega ter bebido antes de acidente que matou ciclista
TRÂNSITO

Ramon, do Flamengo, nega ter bebido antes de acidente que matou ciclista

OMT lança concurso mundial para startups de turismo gastronômico
COMPETIÇÃO

OMT lança concurso mundial para startups de turismo gastronômico

JUDICIÁRIO

Provas do processo seletivo de juízes leigos serão neste domingo

Gestante é presa em residência que funcionava como "boca de fumo"
REGIÃO

Gestante é presa em residência que funcionava como "boca de fumo"

TAXA

CAE deve votar na terça-feira projeto com alternativas para conter alta dos combustíveis

REGIÃO

Mulher é flagrada carregando drogas enquanto viajava com filho de 4 anos

HONRARIA

Mulheres de Sucesso: diretora do Dourados News é homenageada na Capital

REGIÃO

Homem abandona caminhonete carregada com quase 4 toneladas de maconha na MS-164

LOTERIA

Mega-Sena acumula e prêmio acumula em R$ 37 milhões

Mais Lidas

DOURADOS

Vídeo mostra jovem deitando em rua antes de acidente

DOURADOS

Homem morre atropelado no Jardim Piratininga e motorista foge do local

DOURADOS

Jovem estava deitado na rua e motorista de caminhão disse que não percebeu atropelamento

TRAGÉDIA

Trabalhador morre após queda de laje em Dourados