sábado, 15 de junho de 2024
Dourados
20ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
EM BRASÍLIA

Deputado de MS diz que Congresso tem a pior legislatura: "hoje a política é de lacração"

10 junho 2024 - 14h31Por Adriano Moretto

O deputado federal Geraldo Resende (PSDB) afirmou nunca ter visto uma legislatura “tão ruim” como a atual no Congresso Nacional. No sexto mandato na Câmara dos Deputados, o parlamentar justificou a opinião no que considera a ‘política de lacração’ existente e a polarização entre direita e esquerda no país. 

Tal fala do deputado ocorreu durante entrevista ao Dourados News na sexta-feira (8/6), quando questionado como vem acompanhando as recentes brigas e embates ocorridos tanto no Senado, quanto na Câmara.  

“Com sinceridade, acho que o congresso nacional virou um circo hoje. Nunca vi uma legislatura tão ruim como esta. Me lembro do velho Ulisses Guimarães, que disse uma frase que ficou marcada na história política do país: ‘Você acha o Congresso ruim? É porque ainda não viu o próximo’”, comentou.

Para Geraldo Resende, o plenário da Câmara se tornou um lugar inóspito e insalubre entre os parlamentares. 

Na Casa de Leis, são 513 deputados de todas as unidades da federação com mandato. 

 “Estamos verificando que a cada legislatura, o Congresso tem piorado. Hoje, a política é de lacração [atitude tomada para ficar em evidência nas redes sociais] e essa divisão odiosa que existe entre direita e esquerda, está nos levando a isto. Acho o lugar [Plenário da Câmara] mais inóspito, mais insalubre. A gente vê apenas bate-bocas, discussões estéreis, xingamentos que não poderiam existir”, contou.

Medidas

Diante da quantidade de bate-bocas, xingamentos e ofensas durante as sessões da Câmara dos Deputados, o presidente da Casa, deputado federal Arthur Lira (PP/Alagoas), voltou a sugerir punições aos envolvidos. 

A medida já havia sido estudada no ano passado. A ideia do parlamentar era por uma cobrança mais severa do Conselho de Ética contra a quebra de decoro parlamentar, incluindo a possibilidade de suspensão do legislador das atividades, incluindo ainda corte de salários. 

Agora, estudos técnicos para essas punições foram encomendados para que medidas possam ser tomadas em confusões consideradas graves. Ainda nesta semana líderes de partidos devem se reunir com Lira para tratar sobre o assunto. 

No dia 5 de junho, durante a audiência no Conselho de Ética que absolveu o deputado André Janones (Avante) do caso das ‘rachadinhas’, houve embate fervoroso do parlamentar com o colega de Casa, Nikolas Ferreira (PL). 

Ainda na mesma data, na Comissão de Direitos Humanos, uma confusão resultou na hospitalização de Luiza Erundina (Psol), após passar mal. 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÊS LAGOAS

Idosa cai em golpe e faz empréstimo de R$ 8 mil para quitar dívida

Governo de MS realiza obra que soluciona enchente em Batayporã
POLÍTICA

Governo de MS realiza obra que soluciona enchente em Batayporã

Homem é preso após deixar esposa com tiro na cabeça em posto
REGIÃO 

Homem é preso após deixar esposa com tiro na cabeça em posto

EDUCAÇÃO

MEC aceita revogar portaria se professores de federais acabarem greve

Treinamento de combate ao fogo qualifica novos soldados dos Bombeiros

Treinamento de combate ao fogo qualifica novos soldados dos Bombeiros

GERAL

CNBB pede aprovação de projeto que equipara aborto a homicídio

AMEAÇA

Jovem é indiciada após acusar ex-chefe de importunação sexual

DONATIVOS

MPT destinou mais de R$ 47 milhões em recursos ao povo gaúcho

PARAGUAI

Agente fica ferido e Senad apreende aviões do tráfico na fronteira

INTERNACIONAL

Lula se encontra com Papa Francisco na Itália, onde participa do G7

Mais Lidas

DECISÃO

Mesmo sem duplicação de pontos críticos, pedágios da BR-163 aumentam a partir desta sexta-feira

LUTO

Policial civil sofre infarto no trabalho e morre em hospital de Dourados

NEGÓCIOS E CIA

Veja quem recebe o PIS/Pasep na próxima semana

HOMICÍDIO 

Douradense é encontrado morto com mãos e pés amarrados no interior do MT