Menu
Busca sábado, 04 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Delcídio e Bernal buscam em Brasília recursos para Campo Grande

28 novembro 2012 - 16h00

O senador Delcídio do Amaral (PT/MS) e o prefeito eleito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), cumpriram em Brasília uma extensa agenda de visitas a órgãos federais , em busca de investimentos para a capital. Delcídio e Bernal apresentaram projetos novos e pediram a continuidade dos que já estão em andamento.



“No Palácio do Planalto, conversamos com a ministra de Relações Institucionais da Presidência da República, Ideli Salvatti, sobre o Hospital Municipal que queremos construir em Campo Grande. Já apresentamos a proposta ao ministro da Saúde, Alexandre Padilha, que prometeu nos ajudar. A ministra Ideli também vê esses projeto de maneira muito positiva e nos ajudará a viabilizá-lo. Vamos fazer uma emenda da bancada ao Orçamento da União e lutar pela liberação dos recursos, para que as obras possam começar no ano que vem”, revelou Delcídio, que na visita a Ideli estava acompanhado também do senador Francisco Dornelles (RJ), presidente do Partido Progressista, ao qual é filiado o prefeito eleito.



Alcides Bernal disse que no Ministério das Cidades foi discutida a continuidade das obras realizadas em Campo Grande através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), além de novos projetos de mobilidade urbana, que já tem recursos garantidos para os próximos dois anos. “Nossa preocupação é no sentido de não haver perda de sequência dos investimentos e o governo nos garantiu que isso não vai acontecer”, afirmou o prefeito.



Acompanhados também pelo deputado federal Vander Loubet (PT/MS), Delcídio e Bernal foram ainda ao Ministério da Pesca apresentar ao ministro Marcelo Crivella a proposta de construir um entreposto de pescados em Campo Grande. O projeto será desenvolvido pela prefeitura e tem custo estimado de R$ 10 milhões. Ele envolve a estruturação do Território da Aquicultura na capital e nos municípios do entorno (Jaraguari, Bandeirantes, Ribas do Rio Pardo, Sidrolândia, Dois Irmãos do Buriti, Anastácio, Terenos, Corguinho e Rochedo), a constituição do Consórcio Intermunicipal para Estruturação da Cadeia Produtiva do Pescado, e de cooperativas de piscicultores.



“A exemplo do que está acontecendo em Dourados, queremos implantar também na capital um frigorífico de peixe, aproveitando a riqueza dos nossos mananciais. A idéia é estimular a piscicultura na zona rural e criar um polo de produção de pescado em Campo Grande”, explicou Bernal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
EUA são acusados de 'pirataria' e 'desvio' de equipamentos que iriam para Alemanha, França e Brasil
INCENTIVO
Governo amplia lista de produtos médico-hospitalares com IPI zerado
COVID-19
Comitê de Crise de conronavírus estuda dividir o Hospital da Vida em duas partes durante pandemia
ITAMARATY
Mais de 500 repatriados já cruzaram a fronteira da Bolívia com o Brasil
PARANAÍBA
MPMS viabiliza recurso para aquisição de testes rápidos do novo coronavírus
COVID-19
Governo de MS usa localizadores de celular para monitorar cumprimento da quarentena do coronavírus
ELEIÇÕES
Lia Nogueira oficializa filiação ao Partido Progressista
INTERNACIONAL
Brasil pede a Índia que garanta fornecimento de insumos farmacêuticos
PANDEMIA
Em Mato Grosso do Sul, 27 pessoas já finalizaram a quarentena por conta do coronavírus
PANDEMIA
Países da América Latina e Caribe se unem para evitar desabastecimento

Mais Lidas

DOURADOS
Exame de jovem que morreu no HU testa negativo para coronavírus
COVID-19
Dourados tem mais um caso confirmado de coronavírus
DOURADOS
Jovem morre no HU e município pede agilidade no resultado do exame de coronavírus
CORONAVÍRUS
Dourados registra mais dois casos de Covid-19 e MS tem 60 confirmações