Menu
Busca domingo, 27 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
5º RECUO

Brasil repete nota e piora em ranking de corrupção em 2019

23 janeiro 2020 - 20h05Por G1
O Brasil caiu uma posição no ranking mundial de percepção da corrupção em 2019 e repetiu sua pior nota no estudo elaborado pela organização Transparência Internacional, divulgado na madrugada desta quinta-feira (23).
 
O país teve o 5º recuo seguido e passou a ocupar 106ª posição no Índice de Percepção da Corrupção (IPC), o que representa o pior resultado desde 2012. Quanto melhor a posição no ranking, menos o país é considerado corrupto.
 
A nota brasileira foi a mesma do ranking de 2018: 35 pontos, a pior pontuação da série histórica, que começou há 7 anos. A nota é a mesma de Albânia, Argélia, Costa do Marfim, Egito, Macedônia e Mongólia.
 
Entre os países da América do Sul, o Brasil está atrás de Uruguai, Chile e Argentina, e à frente de Bolívia, Paraguai e Venezuela.
 
Dinamarca, Nova Zelândia e Finlândia lideram as primeiras posições do ranking e são os países considerados mais íntegros, com notas mais próximas de 100.
 
Com as notas mais próximas de zero, e considerados os países mais corruptos, estão: Síria, Sudão do Sul e Somália.
 
O IPC pontua e classifica os países com base no quão corrupto o setor público é percebido por executivos, investidores, acadêmicos e estudiosos da área da transparência.
 
O índice analisa aspectos como propina, desvio de recursos públicos, burocracia excessiva, nepotismo e habilidade dos governos em conter a corrupção.
 
O Brasil vem caindo no ranking desde 2014. Em 2016, o Brasil ficou em 79º. Em 2017, o país estava na 96ª colocação.
 
Veja a posição de alguns países no ranking:
 
Países mais corruptos
 
180º Somália 9 pontos
 
179º Sudão do Sul 12 pontos
 
178º Síria 13 pontos
 
Países menos corruptos
 
1º Dinamarca 87 pontos
 
1º Nova Zelândia 87 pontos
 
3º Finlândia 86 pontos
 
Empatados com o Brasil
 
106º Brasil 35 pontos
 
106º Albânia 35 pontos
 
106º Argélia 35 pontos
 
106º Costa do Marfim 35 pontos
 
106º Egito 35 pontos
 
106º Macedônia 35 pontos
 
106º Mongólia 35 pontos

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
Governo aposta que ‘Rastrear’ vai diminuir taxa de contaminação do coronavírus em MS
CONSUMIDOR
Após denúncias, Procon autua seis agências bancárias
PANDEMIA
Em um mês, mais de 5 mil aulas para primeira habilitação foram realizadas de forma online em MS
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
Comissão mista se reúne para ouvir formuladores das propostas de reforma tributária
CORUMBÁ
Trecho da BR-262 foi interditado por causa de fumaça dos incêndios
ESPORTE
Flamengo e Palmeiras duelam após decisão do TST favorável à CBF
PANDEMIA
Audiência pública aponta que não há condições para volta do ensino presencial nas escolas da Capital
CORUMBÁ
Em meio à fumaça, acidente termina com vítima fatal na BR-262
PANDEMIA
Medidas provisórias liberam R$ 2,5 bilhões para vacinas contra coronavírus
SAÚDE
Problemas na saúde de motoristas são causas de milhares de acidentes

Mais Lidas

POLÍCIA
Caminhoneiro de Dourados morre ao capotar na serra de Maracaju
ATO DE FÉ
Após vigílias em frente a hospital, família celebra 'milagre' por homem que caiu do telhado
PONTA PORÃ
Polícia apreende comboio com contrabando avaliado em R$ 1 milhão
CAMPO GRANDE
Gêmeos são executados dentro de quitinete