Menu
Busca quinta, 21 de janeiro de 2021
(67) 99257-3397
PANDEMIA

Bolsonaro diz que não há vídeo ou áudio em que chame Covid de 'gripezinha'

26 novembro 2020 - 22h20Por G 1

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira, dia 26 de novembro, que não há vídeo ou áudio em que ele tenha chamado de "gripezinha" a Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus.

Bolsonaro deu a declaração, durante uma transmissão ao vivo em uma rede social, acompanhado do ministro da Educação, Milton Ribeiro, e do secretário de Alfabetização do Ministério da Educação, Carlos Nadalim.

"Falei lá atrás que, no meu caso, pelo meu passado de atleta — eu não generalizei — se pegasse o Covid, não sentiria quase nada. Foi o que eu falei. Então, o pessoal da mídia, a grande mídia, falando que eu chamei de 'gripezinha' a questão do Covid. Não existe um vídeo ou um áudio meu falando dessa forma. E eu falei pelo meu estado atlético, minha vida pregressa, tá? Que eu sempre cuidei do meu corpo. Sempre gostei de praticar esporte."

Em 20 de março deste ano, ao conceder uma entrevista no Palácio do Planalto, Bolsonaro afirmou que, depois da facada que sofreu em 2018, durante a campanha eleitoral, não seria uma "gripezinha" que iria derrubá-lo.

"Depois da facada, não vai ser uma gripezinha que vai me derrubar não, tá ok? Se o médico ou o ministro da Saúde me recomendar um novo exame, eu farei. Caso contrário, me comportarei como qualquer um de vocês aqui presentes", declarou Bolsonaro, depois de ter se submetido a dois testes para detecção do coronavírus que resultaram negativo (veja no vídeo abaixo em 7min15seg).

Pronunciamento

Quatro dias depois, em pronunciamento em rede nacional de rádio e TV, Bolsonaro pediu a "volta à normalidade" e o fim do "confinamento em massa", acrescentando que os meios de comunicação espalharam "pavor" na população.

O presidente também disse que, se contraísse o coronavírus, não pegaria mais do que uma "gripezinha":

"No meu caso particular, pelo meu histórico de atleta, caso fosse contaminado com o vírus, não precisaria me preocupar. Nada sentiria ou seria, quando muito, acometido de uma gripezinha ou resfriadinho, como disse aquele famoso médico daquela famosa televisão. Enquanto estou falando, o mundo busca um tratamento para a doença".

Durante a transmissão ao vivo desta quinta-feira (26), Bolsonaro disse também que um "estudo sério" será divulgado sobre a efetividade do uso de máscaras durante a pandemia.

"A questão da máscara, não vou falar muito porque ainda vai ter um estudo sério falando da efetividade da máscara — se ela protege 100%, 80%, 90%, 10%, 4% ou 1%. Vai chegar esse estudo. Acho que falta apenas o último tabu a cair", declarou.

As autoridades internacionais de saúde e os especialistas recomendam o uso da máscara como uma das formas de prevenir a disseminação do coronavírus.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Equipes volantes aplicam primeira dose de vacina em mais de 200 profissionais de saúde 
DOURADOS 
Equipes volantes aplicam primeira dose de vacina em mais de 200 profissionais de saúde 
PMA de Dourados apreende petrechos de pesca durante operação
CRIME AMBIENTAL
PMA de Dourados apreende petrechos de pesca durante operação
Homem é flagrado com pasta a base de cocaína e porções de maconha
FRONTEIRA
Homem é flagrado com pasta a base de cocaína e porções de maconha
ALERTA
Desvio de vacinas contra covid-19 é crime: saiba como denunciar ao Ministério Público
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Projeto prevê fundo garantidor em favor de fiador de imóvel
ESTADO
Vestibular UEMS 2021 segue com inscrições abertas até 24 de janeiro
PRAZO
Vale Universidade: Termos de compromisso devem ser entregues até o dia 28
CRIME AMBIENTAL
Infrator terá que pagar R$ 94 mil por desmatamentos ilegais
PMA
Homem corta cachorro com facão e acaba autuado por maus tratos
DOURADOS 
Homem furta o celular da própria mãe para trocar por drogas

Mais Lidas

DOURADOS
Promotor vê preconceito em comentários contra vacina para índios e denuncia à PF
DOURADOS
Mulher é presa acusada de dar cobertura para assaltantes que rendiam família
VILA ÍNDIO
Enfermeiro de 50 anos é primeiro vacinado contra Covid-19 em Dourados
DOURADOS
Dupla é presa após assaltar entregador em frente conveniência no Jardim Flórida