Menu
Busca domingo, 29 de março de 2020
(67) 9860-3221

Aprovada política nacional de proteção aos autistas

07 dezembro 2012 - 17h15



O Plenário do Senado aprovou, nesta quarta-feira (5), Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista. O Projeto de Lei do Senado (PLS) 168/2011, de autoria da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), presidida pelo senador Paulo Paim (PT-RS), estabelece os direitos fundamentais da pessoa autista e equipara o portador desse distúrbio à pessoa com deficiência para todos os efeitos legais, além de criar um cadastro único dos autistas, com a finalidade de produzir estatísticas nacionais sobre o problema.

O texto tem como base sugestão da Associação em Defesa do Autista (Adefa). A política de proteção deverá articular, conforme o projeto, os organismos e serviços da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios nas áreas de saúde, educação, assistência social, trabalho, transporte e habitação, com vistas à coordenação de políticas e ações assistenciais.

A Câmara dos Deputados apresentou três emendas ao texto, que receberam parecer favorável na Comissão de Assuntos Sociais (CAS). Já a CDH aprovou o relatório do senador Wellington Dias (PT-PI) modificando a redação da segunda emenda que prevê multas de três a 20 salários mínimos e sanções administrativas para o gestor escolar que recusar a matrícula de aluno com autismo, por entender que se trata de uma atitude discriminatória.

No Plenário do Senado foi aprovado parecer contrário à emenda 3, que previa as penas para as práticas de castigo corporal, ofensa psicológica, tratamento cruel ou degradante à criança ou adolescente com deficiência ou com autismo como forma de correção, disciplina ou outro pretexto. O relator argumentou que as penas previstas no Código Penal (Lei 9.455/1977) são mais severas que as propostas no texto.

A matéria agora vai à sanção presidencial. Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) cumprimentou todo os colegas senadores e deputados pela aprovação do projeto.

– O Senado hoje dá mais um passo importante no sentido de implementar a Convenção da ONU sobre os direitos das pessoas com deficiência aprovado pelo Congresso Nacional com status constitucional – comemorou o senador.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MATO GROSSO DO SUL
Bombeiros fazem alerta para aumento de 133% na quantidade de incêndios
DEFENSORIA PÚBLICA
DPU cria canal para denúncias durante o enfrentamento ao coronavírus
MATO GROSSO DO SUL
Calendário de vacinação e plano de ação contra aftosa são mantidos
BRASIL
Bolsonaro dá passeio em Brasília após Mandetta enfatizar isolamento
ACIDENTE
Motociclista morre ao colidir em touro em cidade do interior
ESTAVA NA PED
Mato-grossense é preso com por tráfico de drogas em Dourados
NOTA PREMIADA
Lista de ganhadores já está disponível para consulta
DOURADOS
Homem entra em veículo e anuncia assalto com arma de brinquedo; vídeo
COVID-19
Casos de coronavírus no Brasil em 29 de março
COXIM
Jovem de 17 anos esfaqueia tio por causa de buzina de carro

Mais Lidas

COVID-19
Saúde confirma coronavírus para mulher internada em Dourados e casos chegam a 28 em MS
COVID-19
Dourados confirma primeiro caso do novo coronavírus
COVID-19
Mulher de 52 anos é o 2º caso de coronavírus em Dourados, total no Estado é de 31
DOURADOS
Sindicato emite nota e diz que empregados foram obrigados a participar de ato