Menu
Busca segunda, 21 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
GOVERNO PRESENTE

Após ouvir demandas, Reinaldo lança “pacotão” de R$ 4,2 bilhões em obras

06 março 2020 - 20h21Por André Bento e Adriano Moretto, de Campo Grande

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) lançou na noite desta sexta-feira (6/3) o ‘pacotão de obras’ avaliado em aproximadamente R$ 4,2 bilhões contemplando todos os municípios sul-mato-grossenses. As demandas de cada cidade foram entregues ao Executivo estadual durante o ano de 2019, dentro do programa Governo Presente.

No Centro de Convenções Albano Franco, na Capital, Azambuja recebeu gestores dos 79 municípios e assinou as ordens de serviço durante cerimônia realizada no local.

“As prioridades foram colocadas por cada prefeito, não impomos nada. São R$ 4,2 bilhões que serão investidos em saúde, segurança, infraestrutura, esporte, lazer, saneamento e cultura”, disse Azambuja.

Os maiores investimentos serão em infraestrutura, com R$ 1,8 bilhão previsto. Só a pavimentação de rodovias consumirá R$ 1,2 bilhão. A saúde terá fatia de R$ 500 milhões, com abertura de 495 leitos hospitalares e 22 salas de cirurgias até 2022.

De acordo com o governador, os investimentos serão realizados sem tomada de empréstimos bancários. “Tomamos algumas medidas impopulares que são necessárias as vezes, mas nosso Estado não passa por dificuldades. Para lançar essas obras, não precisamos de empréstimos”, relatou durante a coletiva.

Dourados

Entre os investimentos que vão contemplar a maior cidade do interior sul-mato-grossense, estão melhorias na MS-156 entre o Trevo do DOF e o Distrito Industrial e a duplicação da avenida Coronel Ponciano, quase uma unanimidade entre os poderes Executivo e Legislativo municipal ao longo do programa Governo Presente, realizado em novembro.

Segundo o vice-governador e secretário de Estado de Infraestrutura, Murilo Zauith (DEM), para Dourados e região os investimentos devem somar R$ 200 milhões.

Ele destacou a importância do evento de hoje, quando o Governo de Mato Grosso do Sul lança um enorme pacote de investimentos enquanto o país enfrenta momento econômico difícil.

“Não é um sonho, são projetos que já foram discutidos com cada prefeito e vereador das regiões onde o governador no ano passado foi. Todos os municípios participaram, as ações do governo nos municípios foram colocadas pelos representantes municipais. Esses projetos elaborados já estão em fase avançada de orçamento para que até 2022 possa ser entregue todo esse trabalho”, afirmou.

Cerimônia

O ato de assinatura dos convênios para as execuções de obras começou por volta de 19h15 com a entrada das autoridades no palco montado no Albano Franco.

Logo depois, um vídeo resumindo os encontros ocorridos no Estado e obras realizadas pelo governo nesses pouco mais de cinco anos de mandato de Azambuja.

Dando continuidade nas ações, todos os 79 prefeitos foram chamados para assinarem os documentos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO
Condutor deixa carro atravessado em meio fio com 700 kg de maconha
PANDEMIA
Dourados soma 45 novos casos de Covid e fecha semana com média móvel de 54,8
MONITORAMENTO
IBGE lança painel digital com dados sobre o coronavírus por cada município
TRÁFICO DE DROGAS
Dois são pegos vendendo cocaína e maconha no centro de Batayporã
MATO GROSSO DO SUL
Reforma do IML de Corumbá vai custar quase R$ 300 mil ao Governo do Estado
POLÍTICA
Deputados federais visitam áreas de queimadas no Pantanal de MS e MT
IMPRUDÊNCIA
Idoso de 74 anos acaba preso após ser flagrado dirigindo bêbado
REGIÃO
Polícia encontra carro abandonado com mais de meia tonelada de maconha
POLÍTICA
Com pauta cheia, comissões do Senado fazem sessões semipresenciais
POLÍCIA MILITAR
Homem é preso por disparo em via pública e porte ilegal de arma de fogo

Mais Lidas

RIO BRILHANTE
Homem de 56 anos cai de trator e morre atropelado em fazenda
ESTADO
Confraternização em fazenda termina com tragédia após briga familiar
TRAGÉDIA
Bombeiro em Dourados morre durante acidente em Santa Catarina
DOURADOS
Amigos e familiares de entregador morto em acidente pedem que justiça seja feita