Menu
Busca quinta, 26 de novembro de 2020
(67) 99659-5905
OPERAÇÃO DA PMA

PMA inicia Operação Independência com foco à pesca predatória e ao tráfico de papagaios

06 setembro 2017 - 14h20

Em virtude do feriado prolongado, que aumenta significativamente o número de pessoas presentes nos rios, especialmente, nos últimos dois meses de pesca aberta, a Polícia Militar Ambiental (PMA), deu início às 12h de hoje (06), a Operação Independência, com encerramento no dia 11 às 8h, envolvendo 342 policiais.

Nos meses de setembro e outubro é comum ocorrer elevação do número de turistas de fora e a própria população do Estado nos rios praticando pesca, especialmente em feriados prolongados. O aumento dos pescadores não se dá somente por ser os últimos meses de pesca aberta, mas porque os cardumes já começaram a se formar para a piracema e a captura é mais fácil. Em razão disso, é comum a Polícia Militar Ambiental manter o patrulhamento reforçado, com a finalidade de se prevenir a pesca predatória.

Prevenção e repressão ao tráfico de papagaios

Durante esta operação, atenção especial também terá o crime de tráfico de animais silvestres, em virtude deste período crítico relativo ao tráfico de papagaios. Este é um período preocupante para a PMA com relação ao tráfico de animais silvestres, pois, de agosto a dezembro é o período de reprodução do papagaio que é a espécie mais traficada no Estado.

A PMA realiza no período trabalhos preventivos nas propriedades rurais, por meio de informação da legislação e Educação Ambiental, visto que o modus operandi principal dos traficantes é de aliciamento dos sitiantes e funcionários de propriedades rurais, para que retirem os animais e os avisem para que os comprem. Muitas pessoas fazem isto, às vezes, sem saber que estão cometendo crime ambiental.

A região principal do problema é a situada nos municípios de Jateí, Batayporã, Bataguassu, Ivinhema, Novo Horizonte do Sul, Anaurilândia, Santa Rita do Pardo, Nova Andradina e Brasilândia, além de Naviraí e Mundo Novo. Ontem mesmo, a Polícia Militar de Novo Horizonte do Sul apreendeu 32 papagaios e a PMA autuou uma infratora em R$ 16.

As Subunidades da PMA que cobrem estas áreas estarão monitorando o movimento dos traficantes. Em princípio, para evitar que as aves sejam retiradas e, para reprimir prendendo os elementos, quando não é possível evitar a retirada dos bichos.

Outros crimes ambientais serão combatidos e prevenidos, tais como: desmatamento e carvoarias irregulares, com visitas às propriedades rurais, transporte ilegal de produtos perigosos, além de combate a todos os crimes contra a fauna e flora.

Equipes de Campo Grande estarão itinerantes, fiscalizando todos os tipos de crimes e infrações ambientais, em contato com as equipes de rios, para a movimentação de presos e materiais para as delegacias, caso aconteçam prisões em flagrante. Efetivo da sede e de outras subunidades será deslocado para a área crítica do tráfico de papagaio.

Os comandantes das 25 subunidades empregarão todo o efetivo no trabalho de fiscalização em suas respectivas áreas de atuação.


Deixe seu Comentário

Leia Também

Umidade abaixo de 20% nesta quinta deixa Dourados em 'alerta'
TEMPO SECO
Umidade abaixo de 20% nesta quinta deixa Dourados em 'alerta'
Pacientes mortos pela covid desenvolveram fibrose pulmonar
PANDEMIA
Pacientes mortos pela covid desenvolveram fibrose pulmonar
ECONOMIA
Dólar fecha em alta em dia de volume reduzido
Onça-pintada ferida em incêndio no Pantanal passa por tratamento
OZONIOTERAPIA
Onça-pintada ferida em incêndio no Pantanal passa por tratamento
Em quatro décadas, sul-mato-grossense aumenta em 13,4 anos expectativa de vida
LEVANTAMENTO
Em quatro décadas, sul-mato-grossense aumenta em 13,4 anos expectativa de vida
PONTA PORÃ
Tentativa de roubo termina com assaltante morto a tiros e policial ferido
PEDRO JUAN
Quatro corpos são encontrados enterrados na fronteira
CAGED
Dourados fecha outubro com quase 500 novos postos de trabalho
FUTEBOL DE BASE
Federação Paulista cancela Copa São Paulo de 2021
LEGISLATIVO
Assembleia Legislativa recebe três projetos de lei do Poder Executivo

Mais Lidas

VIOLÊNCIA
Mulher esfaqueia ex após discussão em hotel no Centro de Dourados
DOURADOS 
Foragido, autor de homicídio condenado a 16 anos é preso no Novo Horizonte
CRIME BÁRBARO
Suspeita de esquartejar e colocar corpo de namorado em malas se entrega à polícia
IMPROBIDADE
Caso de vereador que perdeu mandato em Dourados tem desfecho no STJ