Menu
Busca segunda, 18 de outubro de 2021
(67) 99257-3397

Plenário pode votar proibição de álcool em rodovias

07 abril 2008 - 14h44

A proibição de venda de bebidas alcoólicas nas margens de rodovias federais (MP 415/08) e o aumento da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) paga pelos bancos (MP 413/08) são os destaques entre os temas das 11 medidas provisórias que trancam a pauta do Plenário.

Na semana passada, um acordo de procedimentos entre os partidos de oposição e da base governista viabilizou a votação, sem obstrução, de três MPs (406/07, 407/07 e 408/07). Os líderes tentam ampliar os termos do acordo para votar mais medidas provisórias e liberar a pauta para permitir a análise de outros itens considerados prioritários, como a PEC da Reforma Tributária (233/08) e a PEC que muda o rito de tramitação das MPs (511/06).

Na última quarta-feira (2), o presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia, conseguiu dos ministros do Planejamento, Paulo Bernardo, e das Relações Institucionais, José Múcio Monteiro, o compromisso de que o governo só editará medidas provisórias até 15 de abril para evitar novos trancamentos da pauta em maio e junho.

Bebidas alcoólicas
Um dos itens mais polêmicos da pauta é a MP 415/08, que proíbe a venda de bebidas alcoólicas nas proximidades de rodovias federais. Representantes de comerciantes desses locais têm alegado prejuízos que podem comprometer a viabilidade financeira de seus negócios e pedem mudanças no texto da MP.

A Confederação Nacional do Comércio (CNC) já ajuizou ação direta de inconstitucionalidade (ADI) contra a MP no Supremo Tribunal Federal (STF), que também analisa 15 mandados de segurança sobre o assunto. O relator da MP, deputado Hugo Leal (PSC-RJ), Hugo Leal, anunciou na semana passada que atenderá pedido da Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro e incluirá em seu projeto de lei de conversão punições mais rigorosas para motoristas embriagados envolvidos em crimes de trânsito. Pesquisa realizada pela Secretaria Nacional Antidrogas (Senad) mostra que 2/3 dos motoristas já dirigiram depois de ingerir bebidas alcoólicas em quantidade superior ao limite legal permitido.

O relator ainda admite a possibilidade de incluir no texto da MP a proibição de propaganda de todos os tipos de bebida alcoólica no rádio e na televisão. Ele acredita que a mudança poderá ser feita por meio de emenda à medida provisória ou aos projetos de lei 4846/94 e 2733/08, que tramitam conjuntamente e também trancam a pauta do Plenário. As duas propostas estabelecem apenas limites para a propaganda de bebidas.

Na semana passada, o relator esteve reunido com líderes da base aliada para discutir um texto de consenso, mas não houve acordo. Ele marcou nova reunião para esta terça-feira para retomar a discussão do assunto, antes da votação em plenário.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Idoso é espancado e tem carro roubado por bandidos
REGIÃO
Idoso é espancado e tem carro roubado por bandidos
Escola Joaquim Gonçalves Ledo terá reforma geral
EDUCAÇÃO
Escola Joaquim Gonçalves Ledo terá reforma geral
REGIÃO
Homem é preso suspeito de furtar televisores e notebooks de colégio
Gestante é esfaqueada por atual mulher de ex-marido na fronteira
REGIÃO
Gestante é esfaqueada por atual mulher de ex-marido na fronteira
Soldados da PM recebem treinamento de defesa pessoal
DOURADOS
Soldados da PM recebem treinamento de defesa pessoal
EVENTO
7ª edição da Semana Espírita de Dourados começa nesta terça-feira
REDE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
Dois Ceims suspendem atividades por falta de energia em Dourados
CORUMBÁ
Polícia intervém em briga generalizada que envolvia até menor
IBGE
Quase 80 mil vivem em áreas indígenas ou quilombolas no Estado
OPERAÇÃO OURO BRANCO
Polícia cumpre 80 mandados contra o tráfico na capital

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Bombeiros encontram mais três corpos e número de mortos em naufrágio chega a seis
ROMA I
Acusados de estupro, mãe de menor e jovem responderão processo em liberdade
DOURADOS
PMA prende e autua dois pescadores em R$ 2,6 mil
DOURADOS 
Cidade não tem desabrigados, mas tempestade afetou dezenas de casas na periferia