Menu
Busca quinta, 06 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Plano Nacional de Assistência Social será discutido

28 agosto 2004 - 10h11

O curso de Serviço Social da Unigran realiza na próxima segunda-feira, dia 30 de agosto, a última reunião com profissionais de Dourados e de cidades vizinhas para definir as sugestões que os assistentes sociais da região gostariam de ver implementadas no Plano Nacional de Assistência Social (PNAS), que regulará a aplicação da Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS), Lei 8.742, de dezembro de 1993. Uma versão preliminar do PNAS foi divulgada pelo Ministério Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), com o objetivo de fomentar a criação de fóruns temáticos, em todos os Estados, com vistas a aprimorar o PNAS com recomendações que poderão ser acolhidas pelo Conselho Nacional de Assistência Social, na reunião plenária de setembro.Em Dourados, o curso de Serviço Social da Unigran e o Conselho Regional de Serviço Social de Mato Grosso do Sul (CRESS-MS), estão mobilizando nessa discussão cerca de cinqüenta representantes de organismos de atendimento social governamentais e não-governamentais, e os acadêmicos e professores da Instituição. Entretanto, e talvez em razão da maior publicidade em torno de temas como as eleições municipais e as Olimpíadas, o desconhecimento acerca do PNAS fora do âmbito acadêmico tem impedido um debate mais amplo na sociedade. Por esse motivo, o coordenador do curso de Serviço Social, professor João Makuédia, está disponibilizando pelo e-mail (makuedia@unigran.br) cópias da proposta preliminar do Plano Nacional de Assistência Social, elaborada pelo MDS. “É uma alteração muito importante para todos os municípios porque vai definir a aplicação dos recursos de modo parecido ao do SUS (Sistema Único de Saúde)”, avalia o professor.Para a assistente social judiciária Liege Dias, coordenadora do Pólo-Dourados do CRESS/MS-21ª Região e professora da UNIGRAN no curso de Serviço Social, o atual período eleitoral não é o adequado para se colocar em discussão um assunto tão importante. Contudo, ela disse que a categoria espera esse momento há dez anos e deve-se aproveitá-lo para se caminhar efetivamente em direção ao ideal de justiça social que apregoa a Constituição Federal desde 1988. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Homem é preso com caminhonete e pistola na MS-164 logo após assalto
POLÍTICA
Senado Federal aprova penas mais duras contra crimes cibernéticos
APARECIDA DO TABOADO
Homem é esfaqueado ao tentar impedir mulher de sair para comprar drogas
IMUNIZANTE
Mais 628 mil vacinas da Pfizer chegam ao Brasil nesta quarta-feira
RIBAS DO RIO PARDO
Detetive particular já condenado é preso por dirigir embriagado após acidente
JUDICIÁRIO
Justiça Federal absolve ex-presidente Temer de envolvimento em 'quadrilhão'
COXIM
Homem agride filho e nora de vereador, quebra viatura e danifica loja
SELEÇÃO
Ibama é autorizado a contratar 1,6 mil funcionários temporários
NAVIRAÍ
Ambiental apreende armadilha de caça de animais silvestres de grande porte 
BRASIL
Bolsonaro veta prorrogação para entrega de declaração do Imposto de Renda

Mais Lidas

INVESTIGAÇÃO
Homem é preso suspeito de estuprar quatro sobrinhas em Dourados
DOURADOS
Fumaça em estrada causa colisão entre caminhões e leva transtorno a moradores; vídeo
PANDEMIA
Decreto reduz toque de recolher em Dourados na semana do Dia das Mães
REGIÃO
Mãe e filha são executadas em locais diferentes na fronteira