Menu
Busca segunda, 12 de abril de 2021
(67) 99257-3397

PF ouve preso após analisar jogos do Paulista

03 outubro 2005 - 16h49

O advogado de Vanderlei Pololi, Constantino de Paula, será ouvido pela Polícia Federal ainda nesta segunda-feira. Pololi é acusado de intermediar o contato entre os apostadores e os árbitros paulistas no escândalo de manipulação dos resultados do Campeonato Brasileiro. Ele está preso na Polícia Federal desde o último sábado. Neste momento estão reunidos na sede da Polícia Federal, em São Paulo, o presidente da Federação Paulista de Futebol, Marco Polo del Nero, o auditor do TJD, Oswaldo Nico, e os promotores do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), Roberto Porto e José Reinaldo Carneiro.O objetivo deste encontro é analisar os jogos apitados por Edilson Pereira de Carvalho e Paulo José Danelon no Campeonato Paulista deste ano.Após este encontro, Constantino de Paula será ouvido pela Polícia Federal.   

Deixe seu Comentário

Leia Também

AGEHAB
Renda para adesão a programas habitacionais varia de R$ 1,3 mil a R$ 4,7 mil
COTAÇÃO
Eletricista é agredido até desmaiar após colegas descobrirem maconha em carro
TENNESSEE
Tiroteio em escola deixa um morto e vários feridos nos Estados Unidos
Polícia prende homem por roubo de veículo e descobre outros dois furtos
COMISSÃO NO SENADO
Pacheco fará consulta para saber se CPI pode investigar governadores
CRIME AMBIENTAL
Campo-grandense é multado em R$ 10 mil por construção em matas ciliares
ESPORTE
Com goleada, Aquidauanense garante classificação e Galo se complica na tabela
CAPITAL
Mulher é estuprada após se recusar a fazer sexo com marido
PANDEMIA
Brasil volta a bater média móvel de mortes por Covid, com 3.125 óbitos por dia
TRÁFICO
Professora flagrada com 91 kg de cocaína tem prisão preventiva decretada

Mais Lidas

HOMICÍDIO
Jovem é morta com tiros de escopeta em Itaporã
DOURADOS
Motociclista tem suspeita de fratura nas pernas após ser atingido por carro
ITAPORÃ
Jovem morta com tiros de escopeta tinha passagem por tráfico de drogas
PANDEMIA
Covid mata 11 pessoas em Dourados em dia de 149 novos casos