Menu
Busca domingo, 18 de abril de 2021
(67) 99257-3397

PF desmonta esquema de madeira ilegal em Mato Grosso

04 junho 2005 - 17h47

A Polícia Federal prendeu nesta quinta-feira o gerente-executivo do Ibama em Mato Grosso, Hugo José Scheuer Werle, o diretor de Florestas do órgão em Brasília, Antônio Carlos Hummel, e o secretário estadual do Meio Ambiente do governo Blairo Maggi (PPS), Moacir Pires, acusados de envolvimento num esquema de extração ilegal de madeira na Amazônia que funcionaria desde 2003 em Mato Grosso.A área desmatada, segundo a PF, atinge 43 mil hectares, equivalente a 52 mil campos de futebol. A quantidade de madeira extraída ilegalmente daria para encher 66 mil caminhões. O volume de madeira transportado movimentou em dois anos R$ 890 milhões.A Justiça Federal decretou a prisão de 127 pessoas supostamente envolvidas no esquema, sendo 93 em Mato Grosso, 2 no Distrito Federal, 2 no Paraná, 1 em Santa Catarina, 13 no Pará, 14 em Rondônia e 2 em destino incerto.CurupiraA PF batizou a operação de Curupira, em referência ao personagem do folclore brasileiro que protege as matas.Em Mato Grosso, 450 policiais participaram das prisões e das buscas e apreensões. Só em Mato Grosso, sede da suposta quadrilha, 82 pessoas foram presas, entre madeireiros, servidores do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) e do governo estadual e despachantes. Isso até as 18h10, segundo o delegado da PF Tardelli Boaventura, que comanda as investigações.Mato Grosso responde por mais de 40% do desmatamento ilegal na Amazônia, que atingiu 26,1 mil quilômetros quadrados no período 2003-2004.O governador Blairo Maggi, conhecido como "o rei da soja" por ser o maior produtor individual do grão no mundo, já foi acusado por ONGs ambientalistas de favorecer o desmatamento com o avanço da lavoura.Segundo o delegado Tardelli Boaventura, o esquema de desmatamento ilegal foi montado por funcionários do Ibama e da Fema, envolvendo pagamento de propina para servidores públicos por parte de madeireiros.O presidente do Ibama, Marcus Barros, que acompanhou a operação ontem em Cuiabá, disse que 47 servidores estão envolvidos. Ele anunciou a demissão de 11 deles, que não são concursados, incluindo o gerente-executivo. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mulher tem carro roubado ao parar no semáforo em Dourados
ASSALTO
Mulher tem carro roubado ao parar no semáforo em Dourados
MS tem previsão de domingo com sol entre nuvens e máxima de 34°C
CLIMA
MS tem previsão de domingo com sol entre nuvens e máxima de 34°C
Mega-Sena premia uma aposta com R$ 40 milhões e 11 douradenses acertam a Quadra
LOTERIAS
Mega-Sena premia uma aposta com R$ 40 milhões e 11 douradenses acertam a Quadra
Brasil terá em maio 4 milhões de doses do Covax Facility
COVID-19
Brasil terá em maio 4 milhões de doses do Covax Facility
Beneficiário do Mais Social terá que participar de cursos profissionalizantes
ESTADO
Beneficiário do Mais Social terá que participar de cursos profissionalizantes
COLAPSO
Bolsonaro visita cidade de Goiás com Pazuello e causa aglomeração
CAMPO GRANDE
Jovem com problemas emocionais se despede de familiares e desaparece
PANDEMIA SEM CONTROLE
Brasil ultrapassa 371 mil mortos por Covid; 2.865 mortes em 24 horas
APLICATIVO
Celulares podem ajudar no combate a fraudes em bombas de combustíveis
COXIM
'Descontrolado', adolescente é apreendido por pilotar moto e dar tiros

Mais Lidas

DOURADOS
Motociclista é preso após passar 'fumando um baseado' ao lado de viatura
DOURADOS
Interno morre após briga com companheiro de cela da PED
PED
Arma de fabricação caseira é encontra em cela de interno morto
RONDAS
Bicicleta roubada há 14 anos é recuperada em Dourados