Menu
Busca quarta, 03 de março de 2021
(67) 99257-3397

Petroleira Esso se defende em investigação por contrabando

10 maio 2004 - 22h12

A petroleira americana Esso assegurou hoje que a importação feita há dois anos de 45.000 toneladas de petróleo do Brasil, que a justiça argentina investiga por suposto contrabando, foi realizada legalmente. A investigação judicial, aberta em outubro do ano passado a partir de uma operação conjunta da Direção Geral de Alfândegas e da Prefeitura Naval argentina, procura determinar se a petroleira deixou de declarar a entrada de uma porte do combustível importado no país. O titular da Direção Geral de Alfândegas, José Sbatella, disse hoje à imprensa que, em março de 2002, a Esso recebeu uma embarcação com 45.000 toneladas de petróleo, que tinham como destino final a refinaria de Campana, a 80 quilômetros a noroeste de Buenos Aires. Sbatella explicou que como a carga era muito grande e a embarcação tanque não podia entrar no porto, a empresa procedeu à transferência da carga para outros navios menores, manobra na qual "desapareceram" 15.000 toneladas de petróleo, já que só foram declaradas legalmente 30.000 toneladas do combustível. Em um comunicado, a Esso assegurou que conta "com a documentação de respaldo que assegura a importação temporária" do petróleo proveniente do Brasil e que a operação "foi realizada e declarada cumprindo os requerimentos legais exigidos". A companhia assinalou que o total das 45.000 toneladas de petróleo foi descarregado em Campana pelos navios tanque "Palm Beach", "Rio Grande" e "Potengi", segundo consta nas atas de medição confeccionadas pela Alfândega. A companhia, com 90 anos de presença no mercado argentino, disse que "acredita que a justiça atuará conforme as leis".

Deixe seu Comentário

Leia Também

Descoberta de "granada" fecha unidade de saúde e área é isolada
NOVA LIMA
Descoberta de "granada" fecha unidade de saúde e área é isolada
MS registra o primeiro caso de Zika Vírus de 2021
SAÚDE
MS registra o primeiro caso de Zika Vírus de 2021
Na Assembleia, deputado cobra município por não pagamento de médicos
DOURADOS
Na Assembleia, deputado cobra município por não pagamento de médicos
PANDEMIA
Senado aprova MP que autoriza crédito de R$ 2,5 bi para Covax Facility
Mais cinco cidades registram casos de chikungunya em MS
MS
Mais cinco cidades registram casos de chikungunya em MS
BRASIL
Vai à sanção projeto que classifica visão monocular como deficiência visual
COTAÇÃO
Dólar fecha perto da estabilidade nesta quarta-feira
DOURADOS 
Vídeo mostra momento da colisão entre veículos em Dourados
BRASIL
Nova alta do petróleo reforça mudança na Petrobras, diz Bolsonaro
FUTEBOL
Águia encara Vitória pela Copa do Brasil na próxima terça

Mais Lidas

PRÓXIMO AO TRANSBORDO
Nova 'cracolândia': comerciantes relatam medo e ameaças no centro de Dourados
DOURADOS 
Preso após agredir esposa, homem é investigado por engravidar a própria filha adolescente
TRAGÉDIA
Douradense que morreu em acidente no interior de SP tinha 58 anos
TRÂNSITO
Colisão entre motos deixa entregador de gás ferido em Dourados