Menu
Busca sábado, 15 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Petistas pedirão regime de urgência para criação de UFGD

31 agosto 2004 - 11h19

O deputado federal João Grandão (PT-MS) e o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) participam hoje de audiência em Brasília (DF) com os ministros da Casa Civil, José Dirceu e da Articulação Política, Aldo Rebelo, para solicitar que projeto-de-lei que cria a UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) saia da Casa Civil para o Congresso com indicação de regime de Urgência Urgentíssima. Segundo João Grandão, o projeto da UFGD já está pronto e aprovado pelos ministros da Educação Tarso Genro e do Planejamento Guido Mantega, sendo que o próximo passo é ser encaminhado para o Ministério do Planejamento e para a Casa Civil da Presidência da República. Depois disso, o próximo passo é encaminhar o projeto para o Congresso Nacional. João Grandão e Delcídio, nesta audiência, vão solicitar a intervenção dos ministros José Dirceu e Aldo Rebelo para indicar que o projeto da UFGD tramite no Congresso Nacional em Regime de Urgência Urgentíssima, o que possibilitará a tramitação na Câmara dos Deputados e no Senado num prazo de 45 dias. A decisão para a realização desta audiência foi tomada na manhã do último sábado durante reunião entre o deputado João Grandão e o senador Delcídio do Amaral com a comissão de professores pró-criação da UFGD, formada por Damião Duque de Farias, Silvana de Abreu e João Carlos de Souza. Também participou da reunião o secretário Estadual de Governo, Raufi Marques. Documento assinado pelos ministros Tarso Genro e Guido Mantega afirma que “o desmembramento da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), com a criação de uma universidade pública numa região onde as instituições de ensino superior não conseguem atender a demanda, é uma clara demonstração de compromisso com o desenvolvimento da região da Grande Dourados que abrange 37 municípios, correspondente a 15,6% do território estadual e a 41,25% da população de Mato Grosso do Sul. A cidade de Dourados e seu entorno tem a sua economia assentada numa agricultua bem estruturada e caracterizada pela alta produtividade agropecuária e industrial. A expansão do ensino universitário público em Dourados desempenhará a função, no contexto regional, de um verdadeiro laboratório difusor de experiências de alta produtividade no País nos setores agropecuários e agroindustriais, voltados para os mercados nacionais e internacionais”.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Em MS, homem é autuado em R$ 65 mil por degradar área de córrego
ANAURILÂNDIA
Em MS, homem é autuado em R$ 65 mil por degradar área de córrego
TECNOLOGIA
Começa a valer hoje nova política de privacidade do WhatsApp
Foragido por aplicar golpe de R$ 30 mil em SP é detido no MS
REGIÃO
Foragido por aplicar golpe de R$ 30 mil em SP é detido no MS
Petrobras bate recorde de vendas de diesel S-10
ECONOMIA
Petrobras bate recorde de vendas de diesel S-10
BRASIL
Governo proíbe entrada de estrangeiros em voos provenientes da Índia
COPA DO BRASIL
Juventude AG enfrenta Umuarama Futsal com obrigação de vitória
PANDEMIA
MS tem quase 1,4 mil novos casos de coronavírus e outras 31 mortes pela doença
CAPITAL
Jovem sai para comprar narguilé e morre após colidir moto contra poste
BRASIL
Terremoto de 4.3 na Escala Richter é registrado no Pará
DOCUMENTAÇÃO
Primeira certidão de nascimento digital de preso indígena é emitida em MS

Mais Lidas

CORONAVÍRUS
Murilo Zauith passa por reabilitação e segue internado em SP
TRÁFICO DE DROGAS
Chefe do 'Comando Vermelho' e foragido há seis meses é preso em Dourados
DOURADOS
Criança encontrada morta apresentou problemas estomacais uma semana antes
CACHOEIRINHA
Polícia fecha ponto de distribuição de drogas e prende abastecedor