Menu
Busca quinta, 29 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
IMUNIZAÇÃO

Pessoas que nunca tiveram dengue não devem tomar vacina, diz Anvisa

30 novembro 2017 - 07h32Por Agência Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária divulgou nesta quarta-feira, dia 29 de novembro, que o laboratório Sanofi-Aventis, fabricante da vacina da dengue, apresentou informações que sugerem que pessoas que nunca tiveram contato com o vírus da dengue podem desenvolver formas mais graves da doença caso tomem a vacina. A vacina Dengvaxia foi aprovada no Brasil em 28 de dezembro de 2015 e não é oferecida pelo Programa Nacional de Imunizações.

A suspeita do laboratório, apresentada nesta semana,  ainda não é conclusiva, mas, diante do problema, a recomendação da Anvisa é que a vacina não seja tomada por pessoas que nunca tiveram dengue. Apesar de esclarecer que a vacina por si só não é capaz de desencadear um quadro grave da doença nem induzir ao aparecimento espontâneo da dengue - para isso, é preciso ser picado por um mosquito infectado -, existe a possibilidade de que pessoas soronegativas desenvolvam um quadro mais agudo de dengue caso sejam infectadas após terem recebido o medicamento.

A bula da vacina será atualizada enquanto a Anvisa avalia os dados completos dos estudos, que ainda serão apresentados pelo fabricante. A vacina da Sanofi, chamada Dengvaxia, é a única aprovada no Brasil. O produto é indicado para imunização contra os quatro subtipos do vírus. Para as pessoas que já tiveram dengue, a Anvisa avalia que o benefício do uso da vacina permanece favorável.

Por meio de um comunicado, a Anvisa esclareceu que “este risco não havia sido identificado nos estudos apresentados para o registro da vacina na população para a qual a vacina foi aprovada”. A agência informou que, antes do registro, os efeitos da imunização foram estudados em mais de 40 mil pessoas em todo o mundo, e que as pesquisas seguiram os padrões estabelecidos por guias internacionais da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Deixe seu Comentário

Leia Também

VILA VARGAS
Hotéis em distrito de Dourados eram utilizados como entreposto do contrabando
CORONEL SAPUCAIA
Quadrilha é presa ao tentar levar veículo roubado para o Paraguai
LEGISLATIVO DE MS
Neno Razuk solicita recursos para atender Associação de Piscicultores de Amambai
DOURADOS
Após fazer gesto obsceno para Guarda, adolescente é apreendido com celular furtado
DIVISAS INTEGRADAS
Operação coloca 20 mil policiais nas ruas e une MS e três Estados contra o crime organizado
APARECIDA DO TABOADO
Polícia fecha 'boca' e apreende mais de R$ 3 mil com traficante
PANDEMIA
MS registra mais onze óbitos e ultrapassa 81,4 mil casos de coronavírus
AGRONEGÓCIO
Plantio da soja avança com preço recorde da saca e mais da metade da safra já vendida
OUTUBRO ROSA
Médico fala sobre prevenção ao câncer de mama
BRASIL
Governo quer revogar 1.220 atos normativos editados entre 1850 e 2018

Mais Lidas

DOURADOS
Enquanto filma chuva, interno mostra ‘plantação’ de maconha em cela da PED
BR-463
Homem para carro em bloqueio, desce atirando e morre em confronto com a polícia
PANDEMIA
Menino de 5 anos é a primeira criança a morrer de coronavírus em MS
PROCURADO
Acusado pela morte de ator falsificou documento e disse ter nascido em MS