Menu
Busca segunda, 17 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Pessoas amadas dão menos valor aos bens materiais

09 março 2011 - 12h20

Pessoas que se sentem mais seguras em receber amor e aceitação por parte dos outros atribuem menos valor monetário aos seus bens.

A conclusão é de um estudo realizado por cientistas das universidades de New Hampshire e Yale, nos EUA, liderados pelo Dr. Edward Lemay.

Os pesquisadores descobriram que as pessoas com sentimentos de segurança interpessoal mais intensos - uma sensação de ser amado e aceito pelos outros - acreditam que seus bens têm menos valor do que as pessoas que não compartilham desses sentimentos.

Sensação de proteção e segurança

Nos experimentos, os pesquisadores mediram o quanto as pessoas valorizavam itens comuns, como um cobertor ou uma caneta.

Em alguns casos, as pessoas que não se sentiam seguras deram um valor a um item cinco vezes maior do que o valor atribuído ao mesmo item por pessoas mais seguras.

"As pessoas valorizam suas posses, em parte, porque esses bens lhes dão uma sensação de proteção, segurança e conforto," explica Lemay.

"Mas o que descobrimos foi que, se as pessoas já têm um sentimento de serem amadas e aceitas pelos outros, o que também fornece uma sensação de proteção, segurança e conforto, esses pertences perdem valor."

Sovinice e brigas por herança

Os pesquisadores acreditam que os resultados do estudo podem ser usados para ajudar pessoas com distúrbios de acumulação de bens materiais.

"Essas descobertas parecem ser particularmente relevantes para compreender porque as pessoas guardam bens que não são mais úteis.

"Elas também podem ser relevantes para entender por que membros da família muitas vezes brigam por bens que sentem que são deles por direito, mesmo que já estejam usufruindo deles.

"Bens de herança podem ser especialmente valorizados porque a ameaça de morte associada ameaça a segurança pessoal," diz Lemay.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UEMS
Mestrado em Educação Científica e Matemática prorroga inscrições até junho
CORUMBÁ
Após assaltar papelaria, ladrão tenta fugir para mata e invade residência
Diretora do Conselho de Farmácia alerta para uso irracional de medicamentos
SAÚDE
Diretora do Conselho de Farmácia alerta para uso irracional de medicamentos
Polícia do Paraguai apreende cocaína escondida em chifre ornamental
GOVERNO BOLSONARO
Ocupação irregular na Amazônia cresceu 56% em dois anos, diz instituto
ANTÔNIO JOÃO
Homem é preso por tentar matar adolescente de 17 anos a tiros
REGIÃO
Inscrições para processo seletivo de estágio em Angélica são prorrogadas
BATAGUASSU
Mulher pediu medida protetiva quatro dias antes de ser morta pelo ex
EMPREGO
Exército Brasileiro abre concursos para 170 vagas de nível superior
CORUMBÁ
Com veículo de locadora, homem tenta ir para a Bolívia visitar o irmão

Mais Lidas

CAMPO GRANDE
Após discussão, jovem bate veículo em poste e namorada que estava no capô morre
POLÍCIA
'Apaixonado', rapaz furta objetos na PED para ser preso e reencontrar marido
FEMINICÍDIO
Mulher baleada na cabeça pelo ex-marido morre no hospital
REGIÃO
Mulher mata o marido a facadas após discussão em MS