sexta, 14 de junho de 2024
Dourados
17ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Peru pede o segundo pedido de extradição para Fujimori

15 outubro 2004 - 12h37

O Peru apresentou hoje ao Japão um segundo pedido de extradição do ex-presidente Alberto Fujimori, exilado em Tóquio há quatro anos, para que ele possa responder em casa às acusações de corrupção, anunciou o Ministério japonês das Relações Exteriores. O embaixador peruano no Japão, Luis Macchiavello, entregou o pedido de extradição ao diretor da Chancelaria do Departamento de Assuntos para América Central e do Sul, Mitsuo Sakaba, segundo o porta-voz do ministério. As autoridades judiciais peruanas acusam Fujimori de extravio de dinheiro e falsidade ideológica contra o Estado pela suposta entrega ilegal de uma indenização de US$ 15 milhões do seu ex-assessor Vladimiro Montesinos. Fujimori vive em Tóquio, onde renunciou por fax à Presidência peruana em 2000 em meio ao escândalo de corrupção que colocou fim ao seu terceiro mandato.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AQUIDAUANA

Ladrão invade casa, agride e amarra moradora durante roubo

POLÍTICA

Manifestantes vão às ruas contra PL que equipara aborto a homicídio

BONITO

Com carro furtado, motorista é parado a tiros ao tentar fugir da PM

SALÁRIO DE R$ 7,1 MIL

TJ/MS divulga gabarito oficial e resultado preliminar de concurso

Familiares pedem ajuda para encontrar Marcos Brandão que desaparecido
ORLA MORENA

Familiares pedem ajuda para encontrar Marcos Brandão que desaparecido

ACABOU A FERVURA?

El Niño chega ao fim, mas La Niña vem aí; saiba o que espera

Trabalhador fica ferido após cair em poço de cerca de seis metros

REPATRIADOS

Brasil vai receber da Suíça R$ 155 milhões recuperados de corrupção

CAMPO GRANDE

Homem é preso após fugir com filho e ameaçar atear fogo na casa da ex

JUDICIÁRIO

STJ anula provas contra dois investigados pela Lava Jato

Mais Lidas

HOMICÍDIO 

Douradense é encontrado morto com mãos e pés amarrados no interior do MT

DOURADOS

Interno é encontrado morto de joelhos na PED e caso é investigado

DECISÃO

Mesmo sem duplicação de pontos críticos, pedágios da BR-163 aumentam a partir desta sexta-feira

VENDA DE ALIMENTOS

Ministério Público pede fechamento de cantinas em presídios de MS