Menu
Busca terça, 27 de julho de 2021
(67) 99257-3397

Perdas no milho safrinha podem chegar a 20% em MS

25 julho 2007 - 06h51

O forte da colheita do milho safrinha ainda não começou, mas os produtores já estimam perdas expressivas por conta do clima adverso. Principal pólo produtor, Maracaju pode ter perda de até 20%, segundo o presidente do Sindicato Rural, Luís Alberto Moraes Novaes. Em âmbito estadual se fala em uma safra abaixo de 2 milhões de toneladas do grão.

Novaes afirma que ventos muito fortes derrubaram milho no chão. Além disso, acrescenta, a chuva que caiu na semana passada, interrompendo a estiagem que completou 50 dias, veio muito tarde para salvar as plantas que vinham agonizando por falta de água. Em Maracaju foram plantados 120 mil hectares com milho.

Perdas – Para o gerente da maior cooperativa agrícola do Estado, a Cooagri, Maurício Peralta, a tendência é que as perdas fiquem acima de 20% entre todas as regiões produtivas. A previsão inicial, afirma, apontava safra de 2,4 milhões de toneladas do grão e a última 2,2 milhões. “Eu acho que a produção fica abaixo de 2 milhões de toneladas”, acredita. Para ele, esta tendênia deve ser mostrada na próxima reunião dos técnicos do IBGE.

Segundo Peralta, a falta de chuva trouxe prejuízos a toda a faixa de produção, que passa principalmente por Rio Brilhante, Maracaju e Dourados. Nos municípios de fronteira, afirma, ocorreram ainda as perdas por conta da geada, já apontadas pelo IBGE no último prognóstico.

Preços – Embora os preços pagos pelo mercado hoje estejam menores que os firmados nas semanas anteriores, a perspectiva é boa, segundo Leon Dávalos, da Granos Corretora de Grãos. Cerca de 15% da área plantada no Estado foram colhidos e o que é vendido no momento é para cumprir contratos, fechados entre 14,50 e R$ 15,00 a saca de 60 quilos. Neste momento os negócios estão na casa dos R$ 13,50 a R$ 14,00.

Os leilões realizados pelo governo federal, que têm destinado o grão à exportação, ajudam a segurar os preços. Por isso, acredita Dávalos, mesmo no auge da safra a tendência é que os preços se mantenham. Recentemente o governo federal aumentou o prêmio pago pelo milho. As informações são do site de notícias Campo Grande News.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasileiro acusado de feminicídio é deportado do Paraguai
Brasileiro acusado de feminicídio é deportado do Paraguai
EDUCAÇÃO
IFMS abre matrículas da 2ª chamada para cursos de qualificação profissional
PMA resgata filhote de veado em quintal de residência em Guia Lopes
MEIO AMBIENTE
PMA resgata filhote de veado em quintal de residência em Guia Lopes
CREDENCIAMENTO
Escolagov divulga pontuação de candidatos em processo seletivo
FRONTEIRA
Polícia prende acusado de tentativa de estupro contra estudantes de medicina
FUTEBOL
Final da Libertadores no Uruguai é transferida para dia 27 de novembro
TRÁFICO
Passageiro de ônibus é preso com mais de 30 quilos de maconha 
BRASIL
Revisão de 170 mil benefícios do INSS começa no mês de agosto
REGIÃO
Durante investigação, policiais encontram droga em casa abandonada
NÚMEROS DA PANDEMIA
Brasil registra mais 1.320 mortes por Covid e se aproxima de 552 mil

Mais Lidas

DOURADOS
Revoltados por morte de adolescente, populares atacam casa de acusado
POLÍCIA
Adolescente de 13 anos morre após ser atropelado no Estela Porã; motorista fugiu
DOURADOS
Homem é esfaqueado na Rua Monte Alegre e encaminhado em estado grave ao HV
ESTRELA PORÃ
Homem que atropelou e matou adolescente de 13 anos é preso em Dourados