quarta, 19 de junho de 2024
Dourados
32ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Pentágono cria nova Internet para usar em guerras

13 novembro 2004 - 09h30

Depois de desenvolver na década de 60 os sistemas que se transformaram hoje na Internet, o Pentágono anunciou que está construindo uma nova Internet para ser usada como arma contra possíveis guerras no futuro. "A meta é dar a todos os comandantes e soldados americanos um quadro em movimento de todos os inimigos estrangeiros e ameaças", afirmou a reportagem publicada na edição de hoje do jornal The New York Times. A nova invenção está sendo chamada de Global Information Grid (grade global de informação), ou GIG. Criada há seis anos, a tecnologia somente teve suas primeiras conexões feitas seis semanas atrás. Os defensores afirmam que computadores em rede serão a arma mais poderosa no arsenal americano. "Unindo armas, inteligência secreta e soldados em uma rede global mudará, segundo eles, as forças armadas da mesma forma que a Internet mudou os negócios e a cultura", afirmam. Já os radicionalistas do Pentágono perguntam se a guerra net-cêntrica é apenas um modismo caro. Eles apontam para os combates de rua em Faluja e Bagdá, dizendo que poder de fogo e blindagem ainda são mais importantes que cabos de fibra óptica e conexões sem fio. Menos otimistas, analistas teriam dito que os custos da nova Internet são chocantes e os obstáculos tecnológicos imensos. "Poderá levar duas décadas e centenas de bilhões de dólares para construir a nova rede de guerra e seus componentes. Nos próximos cinco anos serão investidos US$ 24 bilhões para construir novas conexões da rede de guerra" afirma o periódico. Em entrevista ao jornal, o subsecretário da Força Aérea, ao Congresso, Peter Teets, chamou a tecnologia de a "Internet no céu", permitindo a "marines em um jipe Humvee, em uma terra distante, no meio de uma tempestade, abrirem seus laptops, requisitarem imagens" de um satélite espião e "obter seu download em segundos". Otimista, o secretário de Defesa, Donald H. Rumsfeld, teria afirmado que a nova Internet seria o elemento mais transformador entre as forças norte-americanas, "não será um sistema de armas, mas um conjunto de interconexões", afirmou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Em reunião com setor, ministros recebem sugestões para o Plano Safra 2024/2025
AGROPECUÁRIA

Em reunião com setor, ministros recebem sugestões para o Plano Safra 2024/2025

Bombeiros são acionados para atender ocorrência de incêndio na região da BR-463
DOURADOS

Bombeiros são acionados para atender ocorrência de incêndio na região da BR-463

Inscrições abertas para Prêmio Braztoa de Sustentabilidade 2024
GRAMADO

Inscrições abertas para Prêmio Braztoa de Sustentabilidade 2024

Desenrola Pequenos Negócios renegocia R$ 1,25 bilhão até 12 de junho
ECONOMIA

Desenrola Pequenos Negócios renegocia R$ 1,25 bilhão até 12 de junho

Ministro do Turismo diz que PEC das Praias tem pontos positivos
BRASIL

Ministro do Turismo diz que PEC das Praias tem pontos positivos

REGIÃO

Veículo carregado com quase 800 quilos de maconha é apreendido em Maracaju

BR-463

Homem é preso com droga escondida em garrafa térmica

CAPITAL

Reincidente, mulher é presa comandando "boca" de fumo

TRÁFICO

Mulher que seguia com droga em ônibus para o Espírito Santo é presa

NEGÓCIOS E CIA

Inscrição como contribuinte individual, facultativo ou rural, pode ser feita pelo meu INSS

Mais Lidas

INFORME PUBLICITÁRIO

Escola de Dourados conquista o 1° lugar do estado no Enem e a 2ª melhor colocação do Brasil

CENTRO DE CONVENÇÕES

Festa Junina de Dourados começa nesta semana com shows nacionais e regionais

DOURADOS

Exército diz que pista do Aeroporto será entregue até 30 de junho

NOVA ALVORADA DO SUL

Motorista é preso transportando fios de cobre furtados de canteiro de obras