Menu
Busca quarta, 05 de agosto de 2020
(67) 99659-5905

Pedro Teruel critica carga tributária defendida por Lula

10 dezembro 2003 - 18h01

Terminou há pouco a última reunião de 2003 do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Presidência da República, realizada no Palácio Itamaraty, em Brasília. Entre os expositores estiveram o ministro da Fazenda, Antônio Palocci, o ministro interino do Desenvolvimento, Márcio Fortes, e o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, que confirmaram, com apresentação gráfica detalhada e dados estatísticos, a tendência à estabilidade econômica e a intensificação dos sinais de crescimento para o país. No balanço que fez aos conselheiros, o ministro Palocci declarou que a melhora da distribuição de renda de 10% da população brasileira eqüivaleria a um crescimento econômico de 3% ao ano, durante 25 anos.Em discussão aberta entre os ministros e os conselheiros, o deputado Pedro Teruel-PT, representando a CIVES-Associação Brasileira de Empresários pela Cidadania, apontou a injusta distribuição de renda como sendo um dos pontos mais críticos da economia nacional, lembrando a recente divulgação de dados que colocam o Brasil como um dos três países com pior distribuição de renda em todo o mundo. Teruel afirmou ser este um bom momento para se corrigir essa distorção, mas lamentou que "as reformas que tramitam no Congresso não estejam contribuindo para a desoneração da folha de pagamento das empresas". O deputado criticou, também, "a elevada carga tributária e a sufocante burocracia que torna as micro e pequenas empresas quase inviáveis, além da oneração ainda maior da prestação de serviços e dos profissionais liberais causada pela mudança da Cofins".Outro ponto destacado pelo deputado Pedro Teruel é o excesso de carga tributária sobre alimentos, que acaba atingindo com maior intensidade a parcela da população de menor renda: "O governo recolhe tributos de pessoas de baixa renda, mas não é eficiente ao devolver esses recursos justamente para os mais carentes de nosso país. As reformas precisam mudar essa realidade, favorecendo os que mais necessitam".

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO
Programa Uems Acolhe oferece novo curso online para migrantes
JUDICIÁRIO
STF nega recurso para suspender afastamento de desembargadora de MS
INOCÊNCIA
Justiça decreta prisão preventiva de acusado de cárcere privado
UMA TONELADA
PF apreende em São Paulo caminhão com maconha que saiu de MS
BRASIL
Copom reduz taxa básica de juros da economia para 2% ao ano
ECONOMIA
Dólar fecha em leve alta em dia de Copom
MS-156
Paulista com habilitação falsa é preso transportando 229 kg de maconha
LEGISLATIVO
Emenda de Neno Razuk viabiliza compra de veículo para Casa Peniel, na Capital
PANDEMIA
Sem casos de Covid-19, Detran em Dourados mantém atendimentos por agendamento
FUTEBOL
Santos demite técnico português Jesualdo Ferreira

Mais Lidas

DOURADOS
Peladão: Homem é detido após armar confusão em motel e quebrar vários quartos
DOURADOS
Condutor de veículo que atropelou ciclista e fugiu sem prestar socorro é identificado
POLÍCIA
Duas mulheres são presas por estelionato em Dourados
TRAGÉDIA
Mulher que morreu em acidente na BR-463 em Ponta Porã tinha 27 anos