Menu
Busca quarta, 23 de junho de 2021
(67) 99257-3397

Pedro Teruel critica carga tributária defendida por Lula

10 dezembro 2003 - 18h01

Terminou há pouco a última reunião de 2003 do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Presidência da República, realizada no Palácio Itamaraty, em Brasília. Entre os expositores estiveram o ministro da Fazenda, Antônio Palocci, o ministro interino do Desenvolvimento, Márcio Fortes, e o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, que confirmaram, com apresentação gráfica detalhada e dados estatísticos, a tendência à estabilidade econômica e a intensificação dos sinais de crescimento para o país. No balanço que fez aos conselheiros, o ministro Palocci declarou que a melhora da distribuição de renda de 10% da população brasileira eqüivaleria a um crescimento econômico de 3% ao ano, durante 25 anos.Em discussão aberta entre os ministros e os conselheiros, o deputado Pedro Teruel-PT, representando a CIVES-Associação Brasileira de Empresários pela Cidadania, apontou a injusta distribuição de renda como sendo um dos pontos mais críticos da economia nacional, lembrando a recente divulgação de dados que colocam o Brasil como um dos três países com pior distribuição de renda em todo o mundo. Teruel afirmou ser este um bom momento para se corrigir essa distorção, mas lamentou que "as reformas que tramitam no Congresso não estejam contribuindo para a desoneração da folha de pagamento das empresas". O deputado criticou, também, "a elevada carga tributária e a sufocante burocracia que torna as micro e pequenas empresas quase inviáveis, além da oneração ainda maior da prestação de serviços e dos profissionais liberais causada pela mudança da Cofins".Outro ponto destacado pelo deputado Pedro Teruel é o excesso de carga tributária sobre alimentos, que acaba atingindo com maior intensidade a parcela da população de menor renda: "O governo recolhe tributos de pessoas de baixa renda, mas não é eficiente ao devolver esses recursos justamente para os mais carentes de nosso país. As reformas precisam mudar essa realidade, favorecendo os que mais necessitam".

Deixe seu Comentário

Leia Também

IMUNIZAÇÃO
Covid-19: 40% da população adulta foi imunizada com a primeira dose
Votação de projeto sobre terras indígenas pela CCJ divide opiniões no Plenário
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Votação de projeto sobre terras indígenas pela CCJ divide opiniões no Plenário
ESPORTES
Já classificado, Brasil perde para Rússia na Liga das Nações de vôlei
Deputado solicita inclusão de profissionais da Segurança Pública em grupo prioritário
VACINAÇÃO
Deputado solicita inclusão de profissionais da Segurança Pública em grupo prioritário
FUTEBOL
França se classifica em primeiro no grupo da morte da Eurocopa
HOMICÍDIO QUALIFICADO
Atirador e detetive que tramou morte de Zuleide vão para PED após audiência de custódia
LARANJA DOCE
Prefeitura instala estrutura de concreto pré-moldado da ponte sobre córrego
PANDEMIA
Mais de 90% dos pacientes internados em junho em Campo Grande são residentes do próprio município
POLÍCIA
PM prende cinco pessoas e apreende simulacro de arma de fogo
BRASIL
Senado aprova MP que aumenta prazo de reembolso de serviços culturais

Mais Lidas

DOURADOS
Marido de mulher executada em emboscada é encaminhado para prestar depoimento
INVESTIGAÇÃO
Polícia descarta latrocínio e investiga morte de mulher em Dourados por execução
MONTE ALEGRE
Vídeo mostra ação de dupla armada em mercado de Dourados
EXECUÇÃO
Bilhete ajuda SIG a prender suspeita de atrair detetive e atirador é localizado no MT