Menu
Busca domingo, 05 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Pedro Juan Caballero poderá ter Lei Seca

26 janeiro 2004 - 08h11

Os defensores da proibição de venda e consumo de bebidas alcoólicas no período noturno nas cidades do Mato Grosso do Sul começam a ganhar aliados alem fronteiras.  Autoridades de Pedro Juan Caballero no Paraguai já estão estudando adotar a medida como forma de diminuir a criminalidade na cidade que faz fronteira com Ponta Porã.   Membros de um conselho da cidade que trata deste tipo de problema estão desenvolvendo um projeto e pretendem discutir a medida com autoridades do Estado.  A iniciativa partiu do vereador de Pedro Juan Caballero, Pedro Gonzáles autor do projeto que possui 35 páginas e deverá ser apresentado na primeira reunião do Conselho Municipal em fevereiro. Este conselho terá 30 dias para analisar o projeto que se aprovado já entrará em vigor no mês de março.  Gonzáles quer regulamentar a comercialização e distribuição até mesmo de forma gratuita de bebida alcoólica e também fixar horários de funcionamento de bares, lanchonetes e estabelecimentos que comercializem o produto.  O vereador paraguaio quer também uma maior fiscalização no trânsito onde muitos acidentes estão acontecendo causados por pessoas embriagadas.  O projeto de Pedro Gonzáles cria um Fundo Especial para Educação e Prevenção da Violência, Convivência e Cidadania. “Temos que criar penas severas para quem dirige bêbado e também para quem vende bebidas para menores de idade e a Lei Seca que já foi adota em Campo Grande pode servir como modelo para Pedro Juan Caballero”, disse Gonzáles.  Ainda segundo o projeto do vereador Gonzáles, supermercados, postos de combustíveis, bares e lanchonetes poderiam vender bebidas alcoólicas das oito da manhã até as dez horas da noite de segunda a sextas e aos sábados até as duas horas da manhã. Aos domingos at´pe a meia noite e nas vésperas de feriado também até as duas horas da manhã.  Pedro Gonzáles disse que a medida terá quer adota também em Ponta Porã, caso contrário os jovens atravessariam a avenida internacional para beber do lado brasileiro. (Antonio Coca)  

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Homem agride gestante e é assassinado a pauladas em favela
CAMPO GRANDE
Imasul mantém fechado Parque das Nações e Unidades de Conservação Estaduais
PANDEMIA
Apenas Acre e Tocantins não registram mortes por Covid-19 no Brasil
NOVA ANDRADINA
Três homens são presos transportando drogas do MS para Belo Horizonte
PANDEMIA
Brasil ultrapassa marca de 10 mil casos de covid-19
NAVIRAÍ
Líderes religiosos se reúnem para pedir fé a população durante a pandemia
CAMPO GRANDE
PM realiza ações de prevenção ao COVID-19 com limpeza e desinfecção de pelotões
ECONOMIA
Programa para financiar salários de pequenas e médias empresas é criado e aguarda regulamentação
ÁGUA CLARA
Dois jovens são presos por infringir o toque de recolher em MS
CORUMBÁ
Operação de repatriação dos brasileiros vindos da Bolívia tem reforço de helicóptero em MS

Mais Lidas

CORONAVÍRUS
Dourados registra mais dois casos de Covid-19 e MS tem 60 confirmações
ISOLAMENTO
Em 24 horas, apenas uma cidade de MS aparece vermelha no monitoramento do Governo
CORONAVÍRUS
Durante fiscalização, Guarda prende nove pessoas e notifica 60 comércios em Dourados
SUMIÇO
Família procura por jovem que está desaparecida desde a última quarta-feira