Menu
Busca segunda, 19 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Pecuaristas de MS estão trabalhando no vermelho

27 junho 2005 - 07h38

Os pecuaristas de Mato Grosso do Sul estão há seis meses sem contabilizar lucro na atividade. A situação no setor ficou crítica depois que o preço da arroba desabou no mercado. Muitos afirmam que a atividade pode ser inviabilizada se a situação não mudar logo.Na contramão, estão as exportações, que cresceram 25% no primeiro quadrimestre deste ano em comparação a 2004. A pecuária brasileira lidera o mercado mundial há dois anos e reponde por 21% de toda carne comercializada no planeta. No entanto, os preços pagos aos pecuaristas são os mais baixos registrados desde o Plano Real, em 1994.No ano passado, a arroba do boi gordo chegou a ser comercializada a R$ 62 em Mato Grosso do Sul. Na sexta-feira, a arroba do boi rastreado estava cotada a R$ 50 na região de Dourados. Uma desvalorização de quase 25%.Segundo a CNA (Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária), os pecuaristas ainda continuam apostando no setor. Foi registrado um crescimento de investimentos em melhoramentos genéticos e melhorias de pastagens. “O criador está fazendo a lição de casa, mas não consegue mudar a situação”, disse o pecuarista, Célio Villela de Andrade, presidente da CAF (Comissão de Assuntos Fundiários) do Sindicato Rural de Dourados.Os pecuarista continuam trabalhando e tentando entender porque não recebem o repasse dos benefícios do aumento das vendas no mercado externo. Enquanto as exportações aumentam junto com o preço no mercado externo e também no interno, o criador só contabiliza retrações de valores na arroba, que constrastam com os altos custos de produção.O pecuarista douradense, Alexandre Brandão afirma que o produtor já começa a perder a capacidade de investimento na atividade. Segundo ele, o preço praticado no mercado não cobre os custos de produção. “Para produzir uma arroba que vale R$ 50, o criador gasta mais que isso”, disse. Pesquisa do Cepea/Esalq-USP (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada) em parceria com a CNA, aponta que de janeiro a abril o custo operacional na pecuária acumulou alta de 4,29% em todo país, enquanto que em Mato Grosso do Sul esse índice passa de 6,23%.

Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO
TCE-MS pede explicações sobre irregularidades de R$ 2,2 milhões em licitação de prefeitura
INTERNACIONAL
Ataques a tiros em dois estados deixam 6 mortos nos EUA
PRF prende dois e apreende cocaína avaliada em R$ 8 milhões na BR-163
POLÍCIA
PRF prende dois e apreende cocaína avaliada em R$ 8 milhões na BR-163
POLÍCIA
Adolescentes estouram janela de alojamento e fogem de Unei
PMA resgata macaca domesticada que foi abandonada por tutores
POLÍCIA
PMA resgata macaca domesticada que foi abandonada por tutores
POLÍCIA
MPE-MS alerta gestores sobre prática de novo golpe no WhatsApp
REGIÃO
Após comprometimento de 98% do pulmão, prefeito se recupera da Covid-19
POLÍCIA
Após desentendimento, menina de 10 anos sai de casa e fica sete horas desaparecida
POLÍCIA
Homem é morto com vários golpes de faca e assassino é preso horas depois
PANDEMIA
Dourados segue com 100% das UTIs Covid ocupadas e com fila de espera por leitos

Mais Lidas

ASSALTO
Mulher tem carro roubado ao parar no semáforo em Dourados
POLÍCIA
Irmãos morrem após serem atropelados por caminhonete em rodovia
DOURADOS
Interno morre após briga com companheiro de cela da PED
PED
Arma de fabricação caseira é encontra em cela de interno morto