Menu
Busca quinta, 17 de junho de 2021
(67) 99257-3397

Paulo Pressotto lança seu 4º livro de poemas

19 abril 2006 - 15h51

O poeta Paulo Henrique Pressotto, lançou ontem na livraria da UEMS em Dourados a 4ª obra poética, intitulado Por Trás da Janela. Professor de língua e literatura espanhola na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, Paulo escreve desde criança e afirmou sentir facilidade na escrita de poemas. “Escrevo vários em um só dia, eles fluem, gosto muito de escrevê-los", afirmou Paulo Pressotto durante o evento. O livro enfoca principalmente o tempo e segundo o escritor, o motivo do título é descoberto durante a leitura da obra. Veja aqui fotos do evento.Paulo criou ainda a capa da obra com a arte da bricolagem. Dos livros publicados anteriormente Som em sol foi a primeira obra, indo ao publico em 2002, logo no ano seguinte “nascer” a obra Sal da Cor. Em 2004 publicou “Vertentes e Veredas” e agora “Por Trás da Janela”. Veja a entrevista de Paulo Pressotto ao Dourados News:Como surgiu o primeiro livro?O primeiro livro, ainda não publicado, surgiu na adolescência. Ele surgiu de repente,  como os outros. O primeiro publicado foi Som em sol, em 2002. Os posteriores seguem a mesma linha de pensamento do primeiro?Todos eles apresentam uma densidade temporal, existencial. Mas apresentam outras cores, outras imagens, outros ritmos. O que significa o título Por trás da janela?O título é uma metáfora, uma chave encontrada após a leitura dos poemas. Já publicou  poesias soltas, sem estar anexas a um livro?Sim. Alguns textos já foram publicados em jornais e antologias literárias.O que te estimula a escrever?A paixão pela literatura, pela poesia, pela arte.Qual a contribuição que as suas obras trazem à sociedade leitora?A minha obra contribui porque é literatura, é arte. Isso já basta.Por que você acha o livro Vertentes e veredas denso?Não só Vertentes e veredas, mas os outros também. Isso é uma característica da boa poesia contemporânea.Quais os seus ídolos?Não tenho. Há algum escritor/poeta que se assemelhe a sua forma ou estilo de escrever?Não conheço, ou ainda não percebi.Tem algum livro mais “no gatilho” para lançamentos próximos?Costumo publicar um livro por ano. Talvez no final do ano, ou em 2007,  publique o próximo.Como surgiu a idéia da criação da capa?Surgiu de repente. Quando criança e ainda adolescente, gostava de produzir trabalhos com fotos e palavras. Fazia montagens. Este tipo de trabalho recebe o nome de “bricolage”. Na época, não sabia que minha arte apresentava esta característica, esta técnica das misturas, dos fragmentos, dos retalhos, das colagens. Em Por trás da janela, a capa tenta seguir este efeito, a deformação de uma imagem para se chegar a um resultado, a uma idéia, a uma metáfora que revele algo importante do livro. Uma chave, talvez.  Por que opta por produções independentes?Porque não tenho paciência com as editoras.O que mais te atrai quando se trata de literatura? As metáforas sinceras (que existe) do escritor. O artista não pode ser falso, ele tem que ser criador.(Juliana Oliveira) 

Deixe seu Comentário

Leia Também

IMUNIZAÇÃO
Mais 936 mil doses da vacina da Pfizer chegam ao Brasil
Copom eleva taxa básica de juros para 4,25% ao ano
ECONOMIA
Copom eleva taxa básica de juros para 4,25% ao ano
ECONOMIA
Ibovespa fecha em queda após EUA anunciarem alta de juros
CARTÃO SESC
Sesc MS assina parceria com Governo e servidores terão descontos em serviços
Covid-19: país tem 2,9 mil mortes e 95,3 mil casos em 24 horas
BRASIL
Covid-19: país tem 2,9 mil mortes e 95,3 mil casos em 24 horas
NA CAPITAL
Detran-MS vai liberar veículos em pátios por requerimento virtual
BRASIL
Ação do DF e de Goiás mobiliza 200 agentes na busca de foragido
DOURADOS
Alan Guedes recebe doações para organizar retomada das aulas presenciais
POLÍTICA
Relator da reforma administrativa apresenta roteiro de trabalho
DEPUTADOS
CCJ da Câmara aprova intimação judicial por aplicativo de mensagens

Mais Lidas

DOURADOS
Motorista baleado em golpe do "falso frete" é identificado
DOURADOS
Multinacional não paga R$ 351 milhões à vista e juiz intima Santa Helena para compra de usina
DOURADOS
Jovens que tentaram aplicar golpe do 'falso frete' e balearam motorista são apreendidos
PONTA PORÃ
Preso por tráfico, homem diz ser corretor e mostrava residência para casal