Menu
Busca segunda, 12 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Paulo César Gusmão deixa o comando do Botafogo

28 junho 2005 - 09h43

Paulo César Gusmão não é mais o técnico do Botafogo. O treinador anunciou sua saída na noite de ontem. O presidente do Botafogo, Bebeto de Freitas, havia reunido a imprensa horas antes para dar explicações sobre as críticas de PC, feitas na última semana. O treinador reclamou dos atrasos de salário e da ausência de dirigentes nos treinos. - Estou fora do Botafogo. Lamento muito, porque fiz um grande ambiente no futebol. Mas não dá mais. E se confio no presidente, o mesmo não posso dizer em relação ao Jefferson. Por sinal, os jogadores pensam igual a mim - disse PC, que não queria mais trabalhar com Jefferson Mello, responsável pelo marketing do clube.Apesar de chateado, Bebeto queria que o técnico continuasse no comando do time.- Conversamos na última quarta-feira e ele só falou sobre a sua questão salarial. Marcamos uma reunião na minha casa para o mesmo dia, mas ele não foi. Desde então, não nos falamos mais, até porque eu estou doente (dengue) e não saí de casa. Fui pego de surpresa ao saber de todas as críticas feitas por ele pelos jornais. Ele pode falar comigo a hora que quiser, estou sempre acessível. Pelo Botafogo, ele continua no clube, já que tem feito um ótimo trabalho. Vamos tentar conversar ainda hoje (segunda) - disse o presidente na coletiva.Diante dos jornalistas, Bebeto de Freitas fez questão de destacar que há um acordo verbal com os jogadores para efetuar os pagamentos a partir e não no dia 20 de cada mês, pois o clube tem dificuldades financeiras para estabelecer uma data fixa para efetuar os pagamentos - algo que todos da delegação foram informados previamente. Os salários estão atrasados há oito dias. Bebeto ainda esclarece que o salário de PC não está com dois meses de atraso como o próprio técnico alega, já que ele recebeu um adiantamento há cerca de um mês. E os salários da comissão técnica estão adiantados.- Estamos tentando fazer tudo o que o PC pediu. Até hoje, nenhum treinador teve tanta autonomia no clube como ele. Aceitei todas as mudanças que ele fez no contrato, e tirei a cláusula da multa rescisória como ele pediu. O único pedido dele que não foi totalmente atendido foi com relação ao critério de premiação, pois alguns funcionários do clube estavam na lista, e só posso pagar premiações para funcionários do futebol - disse Bebeto.PC ficou dez jogos no comando da equipe alvinegra, sendo nove jogos pelo Brasileiro e um pela Copa do Brasil. Foram seis vitórias, três empates e uma derrota.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bebê de 40 dias morre vítima da Covid-19 após ficar intubada por 10 dias
Bebê de 40 dias morre vítima da Covid-19 após ficar intubada por 10 dias
LIMINAR
Rosa Weber derruba trechos de decretos de Bolsonaro sobre porte de armas
BRASILÂNDIA
Funcionário de fazenda descobre furto de 50 cabeças de gado
GERAL
INSS retoma atendimentos presenciais nas regiões Norte e Centro-Oeste
Pedida prisão preventiva de ex-marido que matou professora a pauladas
SIDROLÂNDIA
Pedida prisão preventiva de ex-marido que matou professora a pauladas
AGEHAB
Renda para adesão a programas habitacionais varia de R$ 1,3 mil a R$ 4,7 mil
COTAÇÃO
Eletricista é agredido até desmaiar após colegas descobrirem maconha em carro
TENNESSEE
Tiroteio em escola deixa um morto e vários feridos nos Estados Unidos
Polícia prende homem por roubo de veículo e descobre outros dois furtos
COMISSÃO NO SENADO
Pacheco fará consulta para saber se CPI pode investigar governadores

Mais Lidas

HOMICÍDIO
Jovem é morta com tiros de escopeta em Itaporã
DOURADOS
Motociclista tem suspeita de fratura nas pernas após ser atingido por carro
ITAPORÃ
Jovem morta com tiros de escopeta tinha passagem por tráfico de drogas
PANDEMIA
Covid mata 11 pessoas em Dourados em dia de 149 novos casos