Menu
Busca domingo, 01 de agosto de 2021
(67) 99257-3397

Paraguaios ameaçam fechar novamente a Ponte da Amizade

16 novembro 2004 - 10h44

Comerciantes de Cidade do Leste, que fecharam ontem por 12 horas a Ponte da Amizade, na fronteira do Brasil com o Paraguai, ameaçam fazer o mesmo nesta terça-feira. Eles estão revoltados com a fiscalização rigorosa feita pela Receita Federal na Operação Cataratas, realizada para impedir que sacoleiros entrem no país com produtos contrabandeados do Paraguai. Segundo a Receita Federal, a operação já apreendeu cerca de R$ 2 milhões em mercadorias contrabandeadas. Nesta época de Natal, o movimento é intenso na fronteira. Muitos brasileiros que trabalham no Paraguai não atravessaram a ponte hoje com medo de serem impedidos de retornar ao Brasil.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Projeto cria cadastro nacional de pessoas com doenças demenciais
SAÚDE
Projeto cria cadastro nacional de pessoas com doenças demenciais
Brasil tem 20.503 casos e 464 mortes por covid-19 em 24 horas
SAÚDE
Brasil tem 20.503 casos e 464 mortes por covid-19 em 24 horas
Comissão Temporária Covid-19 ouve ministro das Comunicações
POLÍTICA
Comissão Temporária Covid-19 ouve ministro das Comunicações
PRIVACIDADE
Descumprir Lei de Proteção de Dados pode gerar punições a partir deste domingo (1)
Internações por Covid-19 seguem estáveis em Dourados
PANDEMIA
Internações por Covid-19 seguem estáveis em Dourados
CIÊNCIA, TECNOLOGIA E COMUNICAÇÕES
Projeto fixa regras para perfis em redes sociais de pessoas falecidas
EDUCAÇÃO
Cursos gratuitos capacitarão mulheres em situação de vulnerabilidade
GERAL
Fóssil de dinossauro é encontrado no interior de SP
POLÍCIA
Mais um é autuado em três dias por maus tratos ao deixar gado sem alimento
GERAL
Manifestações pelo voto auditável reúnem pessoas e várias capitais

Mais Lidas

PONTA PORÃ
Bilhete ao lado de corpo esquartejado indica próximos "alvos" de criminosos
PARAGUAI
Militares executados na fronteira eram sargentos da FTC
PANDEMIA
Dourados vai liberar acesso a estabelecimentos apenas para pessoas vacinadas
PANDEMIA
Homem e mulher são mais recentes vítimas da Covid-19 em Dourados