Menu
Busca terça, 20 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Parada Gay defenderá legalidade para união homossexual

28 maio 2005 - 14h57

A principal bandeira de luta da Parada Gay que se realizará amanhã (29), na Avenida Paulista, será o reconhecimento legal da união entre homossexuais. Para isso, os organizadores tentarão coletar 1,2 milhão assinaturas em favor de um Projeto de Lei que estenda os mesmos direitos civis de casais heterossexuais para homossexuais de todo o grupo GLBT (gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros).
Os organizadores esperam atingir um recorde de 2 milhões de pessoas neste ano. De acordo com Eduardo Carvalho, diretor da Associação Parada do Orgulho GLBT de São Paulo, a ex-prefeita de São Paulo, Marta Suplicy, havia elaborado um Projeto de Lei que acabou engavetado. Agora, a meta é retomar a causa, com envio do abaixo-assinado para a Câmara dos Deputados.
Eduardo Carvalho destaca que o que se busca não é o "casamento" dos gays, mas o direito de poder dividir bens e receber herança deixada pelo companheiro, entre outros procedimentos que implicam perda econômica num caso de separação, seja por morte ou no caso de cada qual ir para seu canto.
 Para Pedro Almeida, diretor de comunicação da Associação do Orgulho GLBT, "o Judiciário brasileiro é muito conservador" . Com a manifestação da Parada Gay, a expectativa é de barrar todo tipo de discriminação contra essa população. Ele observa que os homossexuais ainda são vítimas de violência urbana e não raro sofrem dentro da própria casa. "A falta de apoio da família muitas vezes empurra os gays para a marginalidade", afirma.
Apesar das sérias questões que envolvem as reivindicações dos GLBT, os manifestantes querem ser ouvidos em clima de festa e por isso vão levar para a Avenida Paulista 20 trios elétricos. No palco haverá shows musicais e discursos.
A cantora Fafá de Belém estará entre os presentes, para entoar o Hino Nacional. Após as apresentações, os participantes da Parada Gay pretendem seguir em passeata pela avenida rumo à Rua da Consolação, de onde seguirão até a Praça Roosevelt e, depois, a Praça da República.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÊS LAGOAS
Colisão entre carreta e pick-up mata motorista de 32 anos na BR-262
POLÍTICA
Congresso derruba veto de Bolsonaro e aumenta pena de crimes na internet
Rapaz diz que matou ex-padrasto após ser humilhado na frente da mãe
ROTEIRO PRÉVIO
CPI prevê quebras de sigilo, acareações e audiências auxiliares de Bolsonaro
MEIO AMBIENTE
Proprietário rural é multado em R$ 2 mil por desmatamento ilegal 
JUSTIÇA
Saiba onde ir em busca de um acordo como solução de seu conflito
JARDIM
Traficante abandona caminhonete com 1,7 tonelada de maconha
REGIÃO
Saúde de MS promete mais agilidade na entrega de resultados de exames
RIO VERDE
Preso homem que matou namorado da ex e atropelou bebê de 2 anos
DOURADOS
Prefeitura entrega remessa com 5 mil folhas de documentos da CPI Covid

Mais Lidas

ASSALTO
Mulher tem carro roubado ao parar no semáforo em Dourados
POLÍCIA
Irmãos morrem após serem atropelados por caminhonete em rodovia
DOURADOS
Interno morre após briga com companheiro de cela da PED
PED
Arma de fabricação caseira é encontra em cela de interno morto