Menu
Busca segunda, 21 de junho de 2021
(67) 99257-3397

Para procuradores, Vilma Martins deve continuar na prisão

01 dezembro 2003 - 16h07

Integrantes do Ministério Público Federal encaminharam ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) parecer no qual opinaram pela não concessão de habeas corpus à empresária Vilma Martins, acusada de ter sequestrado Pedro Braule Pinto, o Pedrinho, e Aparecida Fernanda Ribeiro da Silva, conhecida como Roberta Jamilly.A defesa da acusada, que está na Casa de Prisão Provisória em Aparecida de Goiânia (GO), encaminhou pedido de habeas corpus à Justiça. Em outubro deste ano, o ministro Gilson Dipp, do STJ, indeferiu a liminar (decisão provisória).O mérito do habeas corpus e o parecer do Ministério Público Federal serão analisados pelo ministro nos próximos dias, segundo procuradores. A análise de Dipp será encaminhada posteriormente aos demais ministros da Quinta Turma do STJ.HistóricoA prisão de Vilma Martins foi decretada em agosto deste ano pela 10ª Vara Criminal de Goiânia, que a condenou a sete anos de reclusão em regime fechado pela simulação de parto e registro falso de Pedrinho, além de mais um ano e oito meses de detenção em regime semi-aberto por subtração de incapaz.Pelo caso envolvendo Roberta Jamilly, Vilma foi condenada em outubro a quatro anos e seis meses de prisão em regime fechado, acusada de registro de filho alheio como próprio. A sentença foi proferida pela 9ª Vara Criminal.Vilma foi denunciada pelo Ministério Público por ter sequestrado o menino, em janeiro de 1986, de uma maternidade de Brasília. Roberta Jamily teria sido sequestrada em Goiânia em 1979.O habeas corpus em exame no STJ diz respeito à condenação e à decretação da prisão de Vilma relativas ao sequestro de Pedrinho.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Reforma da escola Reis Veloso é medida acertada nesse momento de pandemia, avalia Barbosinha
DOURADOS
Reforma da escola Reis Veloso é medida acertada nesse momento de pandemia, avalia Barbosinha
Brasil passa pela Itália e se garante na semifinal da Liga das Nações
VÔLEI
Brasil passa pela Itália e se garante na semifinal da Liga das Nações
Preso por pesca predatória é autuado em quase R$ 2 mil
CRIME AMBIENTAL
Preso por pesca predatória é autuado em quase R$ 2 mil
Avião com 1,5 milhão de doses da Janssen chega amanhã, diz ministro
BRASIL
Avião com 1,5 milhão de doses da Janssen chega amanhã, diz ministro
Média móvel de casos de Covid-19 em Dourados cai mais de 50% em duas semanas
PANDEMIA
Média móvel de casos de Covid-19 em Dourados cai mais de 50% em duas semanas
POLÍCIA
Jovem é preso suspeito de tráfico de drogas
POLÍCIA
Caçador é preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo
LEGISLATIVO DE MS
Com retorno das aulas próximo, Neno Razuk solicita que SED acelere obras em escola de Bodoquena
BRASIL
Especialistas recomendam vacinas contra doenças mais comuns no inverno
CAMPO GRANDE
Idoso morre duas semanas após sofrer queda

Mais Lidas

ASSASSINATO
Investigações apontam que mulher foi atraída para o local do crime por proposta de trabalho
VIVAL DOS IPÊS
Com suspeita de latrocínio, mulher é encontrada morta em Dourados
LAGUNA CARAPÃ
Veículo de mulher morta em Dourados é encontrado
REGIÃO
Preso, motorista de Corolla que matou moto entregador nega "racha"