Menu
Busca quarta, 27 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Para Marçal filho 2010 será o ano dos aposentados

25 janeiro 2010 - 08h42

Esta semana, durante entrevista ao programa Voz do Brasil, que é transmitido por todas as rádios do país, o deputado federal Marçal Filho (PMDB/MS) disse que 2010 será um ano de luta para os aposentados e pensionistas, na Câmara Federal.

Em 2009 Marçal foi escolhido relator do Projeto de Lei 4434, dentre os 513 deputados, por conta de sua reconhecida luta em defesa dos aposentados. O PL prevê a recomposição das perdas salariais dos aposentados e pensionistas, corrigindo os vencimentos de acordo com o salário de benefício mínimo pago na data da concessão.

O relatório feito pelo deputado foi entregue no dia 10 de dezembro do ano passado, bem antes do prazo estabelecido pela Comissão de Cidadania e Justiça (CCJ), que deve aprovar no próximo mês e encaminhá-lo para os deputados votarem ainda nesse semestre.

O parlamentar explica que a medida vai corrigir uma injustiça que vem sendo cometida contra os mais de 8 milhões de aposentados do país e que preocupa também os trabalhadores que estão em vias de se aposentar, que é a corrosão do poder aquisitivo dos benefícios. Além disso, a PL garante uma política permanente de proteção a todos os brasileiros, já que todos, um dia, vão se aposentar. 

“O nosso País vem, ao longo do tempo cometendo injustiças com os nossos aposentados. Fala-se da necessidade de que esse dano seja revisto, mas, entretanto o que se tem verificado são apenas discursos e intenções. Existem poucas ações concretas e é isso que queremos mudar na Câmara Federal”, relatou o parlamentar.

Apesar de estar a pouco mais de quatro meses na Câmara Federal, Marçal já vem se destacando como o deputado dos aposentados. “A vida dos aposentados e de quem está em vias de se aposentar depende desse projeto. Ele é muito importante. Essa é uma luta que não é só minha, mas de toda a sociedade. A pressão exercida por nós, da Frente Parlamentar em Defesa dos aposentados, já tem surtido efeito, mas vamos continuar lutando até a categoria saia vitoriosa”, concluiu o parlamentar de Mato Grosso do Sul.

O PL 4434/08, já foi aprovado no Senado Federal e na Comissão de Finanças e Tributação, da Câmara Federal e agora aguarda a aprovação do Relatório pela Comissão de Cidadania e Justiça, para ser levado ao plenário, para votação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DATAFOLHA
Para 61% dos que viram reunião, Bolsonaro quis interferir na PF
POLÍCIA
Idosa é agredida após ter a casa invadida por morador de rua
CULTURA
CineClube UEMS terá encontros online com filmes sobre pandemia
LOTERIA
Confira os números da Mega-Sena, que paga prêmio de R$ 33 milhões
JARAGUARI
Caminhonete paraguaia com R$ 5 mil em multas é apreendida em MS
CORUMBÁ
Companhia aérea deve indenizar por atraso de voo sem justificar motivo
SAÚDE
HU de Dourados lança Manual de Aleitamento Materno em formato de livro
CAMPO GRANDE
Homem passa mal, mobiliza Bombeiros e Samu e morre a caminho de UPA
AVANÇO DA PANDEMIA
Brasil registra 1.086 mortes por Civid-19 em 24 horas e chega a 25.598
CAPITAL
Homem é encontrado na rua, vai para CTI e morre sem identificação

Mais Lidas

DOURADOS
Prefeitura estende toque de recolher em 2h em Dourados
PANDEMIA
Dourados tem mais de 150 casos de Covid-19 e secretário diz ser assustadora a crescente na região
PANDEMIA
Dourados investiga morte com suspeita do novo coronavírus
DOURADOS
Empresários cobram de Délia prova científica para justificar toque de recolher