Menu
Busca terça, 27 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
DOURADOS

"Papai Noel dos Correios" busca padrinhos para mais de mil cartas

‘Papai Noel dos Correios’ busca padrinhos para mais de mil cartas

29 novembro 2017 - 06h25Por Gizele Almeida

Mais de mil cartinhas de crianças esperam para serem “adotadas” no Correio Central de Dourados.  A ação busca pessoas que queiram atender aos pedidos descritos pelos alunos de Ceims (Centro Educacional Infantil Municipal), escolas de regiões mais carentes em Dourados e uma ONG (Organização não governamental) ao “Papai Noel”.


Bonecas, carrinhos, bola, roupa, calçado, entre outros. “Tirar um sonho do papel” é simples, conforme explica Silvana Antoniassi Viana, agente do Correios. Ela conta que há anos a agência em Dourados realiza essa “grande corrente de solidariedade” em 2017 o intuito é atender 1.200 pedidos. 


Acompanhar os pedidos e entregas dos presentes, para ela é sinônimo de emoção. A agente conta sobre um garoto que emocionou quando pediu um tênis para poder ir para as aulas, pois, usava o da mãe que saía do pé. 

“Esse é um dos casos que nos emocionou. A mãe e o filho estiveram na agência, eram bem simples e vieram na intenção de receber um valor do pai da criança, via banco postal para comprar o tênis, o que acabou não dando certo. Então nos unimos entre os funcionários mesmo e foi muita alegria ajudar, ele e a mãe choraram de alegria”, diz.  

Em Dourados, a ação em anos anteriores tem contado com 100% das cartas adotadas. A expectativa é que isso se repita. Os interessados devem procurar a agência e escolher uma carta para adoção até o dia 07 de dezembro. 


Mônica Chacur, 47, bióloga, adotou duas cartas na tarde desta terça-feira (28), sendo de “um menino e uma menina”, conforme conta. Ela disse que a ideia partiu dela e dos filhos de 08 e 13 anos e destaca a importância do incentivo a solidariedade. 


“No ano passado perdemos o prazo para adotar e ficamos tristes, então, esse ano vim logo buscar, mas vamos escolher os presentes juntos. Os meus pedidos são um tratorzinho e uma boneca. Com pouco podemos ajudar e fazer a alegria destas crianças e isso tem que ser incentivado, aos meus filhos por exemplo, mostro como existem outras realidades e é necessário apoiar o outro”, conta. 


Silvana cita que quem não tiver muito tempo para ler os pedidos e escolher uma carta, pode levar um presente avulso a agência, o qual é designado de acordo com a demanda. Ela lembra que não há limite de cartas a serem adotadas por padrinho, mas ressalta sobre a responsabilidade destes, pois uma desistência impede que a carta seja adotada por outro padrinho. 


“É momento de celebrarmos a magia do Natal e levarmos ela a quem muitas vezes não teria e com um simples gesto, fazemos a diferença”, finaliza. 


O prazo para entrega dos presentes é 11 de dezembro. A agência que realiza a campanha em Dourados, está situada na rua João Cândido Câmara, n°629. 

 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Negada indenização a ex-companheiro por briga mútua com antigos cunhados
DOURADOS
Dupla que furtou loja de shopping é autuada em flagrante e fica presa no 1º DP
DOURADOS
Construtora aceita pagar R$ 444 mil por trecho de calçada, em 10 parcelas
PANDEMIA
Dourados confirma mais 79 casos de coronavírus e ultrapassa 8,3 mil infectados
POLÍTICA
Bolsonaro coordena hoje 38ª Reunião do Conselho de Governo
PONTA PORÃ
Mulher é flagrada carregando quase 30 kg de maconha dentro de ônibus
PANDEMIA
SES divulga recomendações de prevenção à Covid-19 durante feriado de finados
DOURADOS
Com fim de contrato de R$ 100 milhões e sem licitação, limpeza pública é feita com mão de obra própria
AMAMBAI
Quatro mulheres são presas com drogas; duas estavam com o entorpecente nas genitálias
BR-463
Homem para carro em bloqueio, desce atirando e morre em confronto com a polícia em Dourados

Mais Lidas

GRANDE DOURADOS
Cobertura de barracão de cerealista ‘voa’ com o vento; veja vídeo
DOURADOS
Guarda encerra festa organizada por adolescente em plena pandemia, apreende droga e até arma artesanal
DOURADOS
Délia decreta emergência por causa de danos provocados pela tempestade
TEMPESTADE
Chuva e ventos de 46km/h derrubam árvores e levam sujeira às ruas de Dourados