Menu
Busca sexta, 07 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Pantaneiros esperam que problemas tenham solução em 2005

20 agosto 2004 - 07h25

O presidente da Sodepan (Sociedade de Defesa do Pantanal), Luiz Carlos Ferreira Gomes, avalia o XIII Dia do Homem Pantaneiro após três dias de seminário, debates e atrações de lazer. Entre os temas que mais atraíram e provocaram polêmicas, que acompanham a vida e a economia do pantaneiro, estão a questão assoreamento do rio Taquari, convivência do homem com a onça, e o veto de exportação da carne para a Comunidade Européia. O pantanal com mais de 140 mil quilômetros de metros quadrados de área é considerado Reserva da Biosfera Mundial. Preservar esse patrimônio da humanidade requer cuidados especiais, principalmente quando o assunto é Desenvolvimento Regional. No XIII Dia do Homem Pantaneiro foram realizados três dias de palestras, mesas redondas, painéis temáticos com mais de 20 assuntos discutidos sobre o Desenvolvimento Sustentável da Região Pantaneira. Durante o encontro foi aprovada a criação de uma Comissão Empreendedora formada pela Sodepan (Sociedade de Defesa do Pantanal) e pelo Sindicato Rural de Corumbá que se responsabilizou em elaborar um documento sobre a exportação do gado bovino pantaneiro e articular o desenvolvimento do ramo. Foram aprovadas também as parcerias da Associação dos Produtores Rurais e os órgãos de pesquisa com o intuito de articular alternativas para combater o assoreamento do Rio Taquari. Os assuntos discutidos, no evento, foram documentados e criada a Carta do Homem Pantaneiro contendo reividicações a serem encaminhadas para os órgãos competentes. Outros segmentos importantes para o Desenvolvimento Sustentável do Pantanal foram tratados, como o turismo, sendo encaminhado à Fundação Estadual do Turismo um documento para o fortalecimento do setor. Para o consultor de turismo Roberto Moura, que veio a Mato Grosso do Sul pelo Projeto Instituto de Hospitalidade, o pantaneiro ainda tem alguma resistência na quanto a integrar ou desenvolver o turismo, "acho que todo processo turístico na grande maioria começa pela informalidade, no primeiro momento deve ser trabalhado a prestação de um serviço, seja de ospedagem,alimentação, de transporte, ou seja todos aqueles que integram a cadeia do turismo", lembrando que no primeiro passo daquela informalidade o interessado deve entrar no processo de certificação, ou seja a utilização das práticas operacionais: ambientais e sócio - culturais. A partir do momento que estiver de acordo com a lei, a exemplo o consultor comentou que para abrir uma farmácia, se não tiver o seu estoque, CNPJ, o aluguel, o seu estabelecimento farmacêutico autorizado não se pode vender medicamentos, "o mesmo ocorre com o turismo que deve ter um compromisso com a higiene, a segurança o conforto e a privacidade do seu hóspede, devendo estruturar-se para o turismo não de uma maneira informal, a certificação vem em busca disso, enfatiza o consultor. Quanto ao assunto da onça, que causou uma enorme polêmica durante o encontro, será encaminhada uma carta ao Ibama, (Instituto do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) os problemas que os pantaneiros enfrentam, de conservar, e das ONGS , que apresentaram os seus trabalhos. O documento que será encaminhado ao Ibama conterá todas as aspirações do produtor rural e das ONGS. O próximo encontro será em 2005, o Dia do Homem Pantaneiro, a expectativa dos produtores rurais é de que até esta data todos os problemas apontados nas palestras sejam solucinados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Prefeitura corrige decreto e dá mais duas horas de expediente ao comércio no sábado
DOURADOS
Prefeitura corrige decreto e dá mais duas horas de expediente ao comércio no sábado
Viatura da PRF estava com três ocupantes quando colidiu com carreta
REGIÃO
Viatura da PRF estava com três ocupantes quando colidiu com carreta
TRÂNSITO
Detran/MS promove nesta sexta-feira "live" sobre o Maio Amarelo
Dourados tem previsão de frio recorde no fim de semana
CLIMA
Dourados tem previsão de frio recorde no fim de semana
Colisão entre viatura e carreta termina com policial ferido
BR-163
Colisão entre viatura e carreta termina com policial ferido
IMUNIZAÇÃO
Capital já vacinou o equivalente à população inteira de Dourados contra Covid-19
CAPITAL
Morador é acordado com pedido de ajuda de mulher espancada a pauladas
LOTERIA
Mega-Sena acumula e pode pagar prêmio de R$ 20 milhões no sábado
INFORME PUBLICITÁRIO
Divino Cake terá café da manhã especial para mães e doces perfeitos para a data
POLÍTICA
Neno Razuk pede melhorias em campo de futebol de bairro de Dourados

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher presa com armas, drogas e veículos mantinha relacionamento com interno da PED
DOURADOS
Pancadaria em motel termina na delegacia com três pessoas detidas
JÓQUEI CLUBE
Jovem é presa em Dourados com armamento de uso restrito, drogas e veículo clonado
DOURADOS
Carga de tijolos cai de caminhão em rotatória na Coronel Ponciano; veja vídeo