Menu
Busca segunda, 25 de janeiro de 2021
(67) 99257-3397

Palmeiras inicia "mata-mata" na Série B

11 outubro 2003 - 13h15

 O regulamento da Série B em 2003 não prevê jogos eliminatórios de ida e volta. No entanto, como em um mata-mata, o Palmeiras quer aproveitar os dois jogos consecutivos que fará contra o Sport para se classificar para o quadrangular decisivo do campeonato e ainda eliminar o rival.A primeira das duas partidas entre o melhor ataque (Palmeiras, 60 gols) e a melhor defesa (Sport, 24 gols sofridos) será realizada neste sábado, em Recife, às 20h40(MS).Com duas vitórias sobre o time pernambucano (ou uma vitória e um empate, dependendo de outros resultados), o clube paulista garante antecipadamente uma das vagas do Grupo B. A tarefa, entretanto, não será tão simples: em 2003, em cinco jogos, o Palmeiras só obteve uma vitória contra clubes detentores de títulos da Série A: o Guarani, em fevereiro. Os jogos contra Botafogo e Sport, no Parque Antarctica, acabaram em empate."O Sport é o grande adversário do Palmeiras na segunda fase", afirma o goleiro Marcos. "É um jogo mais difícil e mais importante. É fácil pensar em ganhar, mas na única vez em que nós jogamos, não só não ganhamos como quase perdemos", acrescenta ele."Vamos tentar a classificação nesses dois jogos. Precisamos arriscar e vamos atacar, será um jogo aberto e complicado", afirma o treinador Jair Picerni. "Já nos enfrentamos na primeira fase, mas agora a pressão é diferente e dá uma outra cara ao confronto."A seu favor, o técnico tem a boa fase de sua equipe: o Palmeiras defende uma invencibilidade de 11 partidas, vem de quatro vitórias consecutivas, é líder isolado de seu grupo e repetirá a escalação que venceu Santa Cruz e Brasiliense. "A gente está com um entrosamento excelente, uma união dentro e fora de campo", diz o símbolo da fase, o atacante Edmílson, que marcou sete vezes nas cinco últimas partidas do time.O Sport promete usar como arma um dos pontos fracos do clube paulista, o jogo aéreo. Nos últimos 11 jogos, o Palmeiras sofreu oito gols de cabeça. Se comparado ao desempenho no Brasileiro de 2002, o time teve um aumento de 64,4% na percentagem dos gols tomados dessa forma. SPORT Maizena; Carlinhos, Gaúcho, Silvio Criciúma e Ademar; Marcão (Vágner Mancini), Ataliba, Cléber e Nildo; Weldon e Adriano ChuvaTécnico: Hélio dos Anjos PALMEIRAS Marcos; Baiano, Daniel, Leonardo e Lúcio; Marcinho, Magrão, Élson e Diego Souza; Edmílson e VágnerTécnico: Jair Picerni Local: estádio Ilha do Retiro, em Recife Horário: 20h40 Juiz: Washington Alves de Souza (AM)   

Deixe seu Comentário

Leia Também

UNIÃO
TRF3 mantém indenização à família de vítima de acidente de Alcântara
Ainda sem aprovação do Orçamento 2021, governo deve controlar gastos
BRASIL
Ainda sem aprovação do Orçamento 2021, governo deve controlar gastos
TV UFAL passa a integrar a Rede Nacional de Comunicação Pública
BRASIL
TV UFAL passa a integrar a Rede Nacional de Comunicação Pública
Exposição gratuita retrata condições degradantes do trabalho escravo em MS
CAPITAL
Exposição gratuita retrata condições degradantes do trabalho escravo em MS
Especial Caiu no Enem realiza correção das provas neste domingo
BRASIL
Especial Caiu no Enem realiza correção das provas neste domingo
MS
Empresário é multado em R$ 10 mil por retomar obra embargada
BRASIL
MPT alerta para risco de fragilização e precarização do instituto da aprendizagem profissional
COVID-19
Estados brasileiros começam a receber vacina de Oxford
PANDEMIA
Covid-19 mantém 258 sul-mato-grossenses em leitos de UTI
PANDEMIA
Estado aguarda atualização de 4,7 mil possíveis casos de Covid-19 nos municípios

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Vídeo mostra momento exato de acidente com vítima fatal em Dourados
DOURADOS
Motorista envolvido em acidente fatal relata bebida ao depor e é liberado 
TRAGÉDIA
Segundo acidente de trânsito com vítima fatal é registrado em Dourados
DOURADOS
Motociclista que morreu após colisão em cruzamento invadiu via preferencial