Menu
Busca sábado, 23 de janeiro de 2021
(67) 99257-3397

Palmeiras e Marília confrontam melhor ataque e melhor defesa

06 setembro 2003 - 14h48

Palmeiras e Marília fazem neste sábado, no interior paulista, o jogo entre o melhor ataque e a melhor defesa da Série B. A diferença é que, enquanto o líder Palmeiras, time que mais marcou, com 42 gols, tem também a quinta melhor defesa da competição, o ataque do Marília, quarto colocado na tabela, deixa muito a desejar. Com apenas 25 gols marcados, apenas um a mais do que o Caxias, por exemplo, que é o antepenúltimo colocado, a equipe do interior paulista tem o oitavo pior ataque da Série B. Se vencer neste sábado, o time de Jair Picerni estará matematicamente classificado para a próxima fase da competição, já que só poderia ser alcançado por sete dos times que estão abaixo dele na tabela. Para que os sete ficassem à sua frente, o que mesmo assim lhe daria a classificação, seria necessária uma improvável combinação de resultados, além de algumas goleadas, já que a diferença de saldo entre o líder e seu perseguidor mais distante é de 28 gols. O Palmeiras deve também aproveitar a oportunidade para tentar vencer pela primeira vez um oponente que pode encontrar na próxima fase da competição. Até agora, dos dez primeiros colocados, o time enfrentou sete. Empatou seis vezes e perdeu uma. Para a partida, mais uma vez, Picerni não deverá ter Magrão, que sentiu uma contusão na coxa esquerda. Desta forma, o meio-de-campo será igual ao do último jogo, contra o Sport, com Marcinho, Alceu, Élson e Diego Souza. Na defesa, o time deverá ter a volta do zagueiro Gláuber, que estava suspenso. No lugar de Marcos, que está na seleção brasileira, entra Sérgio. Reserva ídolo O goleiro reserva, aliás, vive uma situação inusitada: no Palmeiras há dez anos, é ídolo da torcida mesmo sendo reserva. Apesar de dizer que espera manter a posição mesmo com a volta do titular, ele sabe que dificilmente conseguiria deixar o pentacampeão Marcos na reserva. Ou seja, apesar de se darem bem e viverem elogiando um ao outro, os dois goleiros vivem uma situação de "ou eu ou ele": se Marcos não deixar o Palmeiras, Sérgio pensa em fazê-lo. "Para mim é difícil. Se ele renovar por um ano ou dois eu vou ficar muito tempo no banco", diz Sérgio. "Espero que consigamos subir para a Primeira Divisão. Aí, se eu tiver uma boa proposta, vou pensar com carinho", acrescenta. MARÍLIA Mauro; Claudemir, Romildo, Andrei e Bill; Zé Luiz, Everaldo, Bechara e Juca; Romualdo e BasílioTécnico: Paulo Comelli PALMEIRAS Sérgio; Baiano, Daniel, Gláuber e Lúcio; Marcinho, Alceu, Élson e Diego Souza; Edmílson e VágnerTécnico: Jair Picerni Local: estádio Bento de Abreu, em Marília (SP) Horário: 20h40(MS) Juiz: Luis Vicentim Cansian (SP) 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CÂMARA DOS DEPUTADOS
Projeto cria Lei de Enfrentamento à Desinformação nas Eleições
EDUCAÇÃO
Vagas para Engenharia de Alimentos, Química e Direito em Naviraí
EDUCAÇÃO
Novos profissionais comemoram graduação em Medicina na UFGD
LEGISLATIVO
Projeto susta decisão da Receita Federal sobre exportação de suco de laranja
Jiboia é capturada nos fundos de residência em Bonito
MEIO AMBIENTE
Jiboia é capturada nos fundos de residência em Bonito
PANDEMIA
Número de casos de Covid-19 chega a 8,75 milhões no Brasil
REGIÃO
Sanesul apresenta investimentos em saneamento à prefeitura de Água Clara
IMUNIZAÇÃO
Projeto exige dados sobre raça, sexo e pessoa com deficiência em notificações de Covid
ESPORTE
Juventude bate Figueirense e segue na luta pelo acesso à Série A
Fisioterapia e Farmácia estão entre as profissões que mais crescem na pandemia

Mais Lidas

CENTRO
Primeiro acidente de trânsito com vítima fatal neste ano é registrado em Dourados
DOURADOS
Segundo corpo encontrado às margens da BR-163 é identificado
VIAGEM SANTA
PF deflagra operação contra tráfico de drogas em empresas de turismo religioso de Dourados
DOURADOS
Um dos corpos encontrados às margens da BR-163 foi quase decapitado