Menu
Busca sábado, 06 de março de 2021
(67) 99257-3397

Palmeiras abre semifinal hoje contra o Paulista

27 março 2004 - 09h18

Pela primeira vez desde 1996, ano em que levantou seu último título estadual, o Palmeiras não terá em seu caminho para a final um dos três principais rivais no Campeonato Paulista. Neste sábado, às 15 horas, no Parque Antarctica, o time de Jair Picerni iniciará a disputa por uma vaga na decisão do torneio estadual contra o Paulista, de Jundiaí, uma das surpresas das semifinais da competição. Reservadamente, o técnico Jair Picerni e os jogadores comemoraram o fato de não enfrentar um adversário de peso no mata-mata semifinal, principalmente porque o Palmeiras estará desfalcado de seu principal atacante, Vágner, contundido, na partida.Para o outro jogo, o artilheiro do torneio, com 11 gols, também é dúvida. O segundo confronto entre as duas equipes será no próximo domingo, em local ainda não definido pela Federação Paulista de Futebol --o time de Jundiaí pode perder o mando de campo devido aos incidentes ocorridos no duelo contra a Ponte Preta. Neste ano, nenhum dos clubes entra com vantagem nas semifinais. Quem somar mais pontos ao final das duas partidas passa à decisão. Caso haja igualdade, a vaga será definida nos pênaltis. Nas últimas sete edições, os palmeirenses foram barrados no Paulista por seus maiores inimigos, quase sempre na fase semifinal. Em 1997, em um quadrangular decisivo, o time terminou em último lugar e ficou fora da disputa pelo título após ser batido por Corinthians, São Paulo e Santos.No ano seguinte, o Palmeiras parou na semifinal diante do São Paulo, fato que se repetiu em 2002 no Torneio Rio-São Paulo e no Supercampeonato Paulista. A equipe do Parque Antarctica voltou a fracassar nas semifinais em 2000, diante do Santos, e no ano passado, quando foi batida pelos corintianos. Em 2001, os palmeirenses não conseguiram chegar nem entre os quatro melhores --ficaram apenas em sexto lugar. Quando alcançaram a final, em 1999, perderam o título para o Corinthians. Para Picerni, o fato de seu adversário ser o Paulista, e não um dos grandes, não facilitará o caminho de seus comandados. "Não será mais fácil, não. Hoje a história é diferente, e eu coloco o Paulista como um grande pelo que eles fizeram no torneio. Nós temos um projeto de quatro degraus e temos de passar bem por esse primeiro", declarou. "Essa história de o Palmeiras esbarrar sempre em semifinal e não ter um bom histórico contra pequenos é simples coincidência. Quem trabalha com futebol não pode se prender a números. Futebol é momento, e o momento do Palmeiras é muito bom", disse o treinador do Paulista, Zetti.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Briga entre vizinhos termina em ameaça e homem preso com revólver
POLÍCIA
Briga entre vizinhos termina em ameaça e homem preso com revólver
POLÍCIA
Motorista de carreta é libertado de cárcere após casal ser preso por receptação
Ministro da Educação vem a Dourados entregar prédio da UMC
SAÚDE PÚBLICA
Ministro da Educação vem a Dourados entregar prédio da UMC
Homem é preso após xingar e ameaçar mãe de 73 anos
DOURADOS 
Homem é preso após xingar e ameaçar mãe de 73 anos
Homem é assassinado na região de fronteira e autores deixam recado ao lado do corpo
PONTA PORÃ
Homem é assassinado na região de fronteira e autores deixam recado ao lado do corpo
IMUNIZAÇÃO
Vacinação contra a Covid faz idosos 'amanhecerem' na fila em Dourados
DOURADOS 
Bebê de 9 meses espancado pela mãe é transferido para o HU
BRASIL
Mais de 2 milhões de contribuintes já enviaram declaração do IR
DOURADOS 
Bebê de 9 meses está internado em estado grave no HV após ser espancado pela mãe
LOTERIA
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 22 milhões neste sábado

Mais Lidas

PONTA PORÃ
Casal é assassinado na fronteira e corpos são deixados um ao lado do outro
EXECUÇÃO
Executado na fronteira era publicitário e morador em Dourados
DIÁRIO OFICIAL
Guarda municipal de Dourados condenado por tráfico em SP é demitido
MATO GROSSO DO SUL
Ministro da Justiça lamenta morte de coronel Adib e posta foto antiga do GOF