Menu
Busca quarta, 05 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Pai de rapaz assassinado disse que filho não tinha inimigos

20 setembro 2004 - 16h44

O pai de João José de Lima assassinado na madrugada de ontem em Dourados, disse há pouco em entrevista para o Dourados News que o filho dele não tinha inimigos e que estava trabalhando como segurança na empresa SEPRIVA. Heleno José de Lima de 50 anos, contou que o filho dele foi dispensado na noite de domingo do serviço, já que moto que ele utilizava no serviço de ronda no jardim Água Boa não estava na empresa e como ele tinha uma folga para gozar, foi dispensado.Ainda de acordo com o pai da vítima o filho era de boa índole e tinha 5 filhos. Heleno disse que o Fiat 147 encontrado abandonado na noite de ontem era de João. Heleno disse que confia na polícia e que espera ver o crime esclarecido. (Antonio Coca)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Trabalhadores da educação, transporte e limpeza com 55 anos já podem se vacinar
IMUNIZAÇÃO
Trabalhadores da educação, transporte e limpeza com 55 anos já podem se vacinar
CAPITAL
Técnica em enfermagem denuncia colega por falsificar declaração de vacina
AVANÇO DA PANDEMIA
Brasil registra mais 2.791 mortes por Covid; média móvel aponta estabilidade
PMR recupera caminhonete roubada e apreende arma de fogo
PONTA PORÃ
PMR recupera caminhonete roubada e apreende arma de fogo
SENADO
CPI da Covid convoca Ernesto Araújo, Wajngarten e representantes de vacinas
CAPITAL
Professor é preso acusado de estuprar cinco alunas em lar beneficente
REGIÃO
Abertas inscrições para seleção de estagiários de Direito em Bela Vista
FRONTEIRA
Casal suspeito de roubo de carros é cercado e homem queimado vivo
SELIC
Copom eleva taxa básica de juros de 2,75% para 3,5% ao ano
CRIME AMBIENTAL
Homem incendeia 48 hectares e é autuado e multado em quase R$ 50 mil

Mais Lidas

INVESTIGAÇÃO
Homem é preso suspeito de estuprar quatro sobrinhas em Dourados
DOURADOS
Fumaça em estrada causa colisão entre caminhões e leva transtorno a moradores; vídeo
PANDEMIA
Decreto reduz toque de recolher em Dourados na semana do Dia das Mães
REGIÃO
Mãe e filha são executadas em locais diferentes na fronteira