Menu
Busca domingo, 24 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Orgânicos: Custos explicam diferença de preços

28 dezembro 2009 - 10h30

Custos maiores podem explicar os preços mais altos dos produtos orgânicos nas feiras e nos supermercados. Para alguns produtores, entretanto, a comparação pode não ser tão simplista.

O alimento orgânicos é mais caro do que o convencional, mas esse tipo de comparação não pode ser feita, diz o agrônomo Jorge Artur Chagas de Oliveira, dono do Sítio Alegria, em Brasília. É mais caro porque não são produtos iguais. “Por isso, os preços são diferentes.”

“Não é dizer que o produto orgânico é mais caro. O produto orgânico precisa de mais mão de obra e de mais tempo para a produção”, conta Deusmar Alves, dono do Sítio Mangabeira.

O pesquisador Francisco Vilela Resende, da Embrapa Hortaliças, concorda com os produtores e explica que a produção de orgânicos pode ser um pouco mais cara por causa dos custos adicionais, como a certificação e a necessidade de mais mão de obra.

“Mas, com exceção disso, [o gasto com orgânicos] não é tão elevado. No início, o custo pode ser um pouco mais elevado [com a certificação e a mão de obra], mas a partir do momento em que a propriedade começa a funcionar num sistema orgânico de produção, esses custos tendem a se igualar aos da produção convencional”, afirma o pesquisador.

"A produtividade do orgânico depende da cultura plantada. Nas ‘mais problemáticas’, como a do tomate, a da batata e a do morango, a produtividade é menor. Não temos tecnologia para obter a mesma produtividade”, diz Resende. Ele ressalta que, nas folhosas, a produtividade, em geral, é a mesma.

No período de transição da terra – quando não se usam mais agrotóxicos, mas a produção ainda não pode ser vendida como orgânica – os gastos são mais elevados. “Nesse período de um ano [de conversão] o produtor tem uma diminuição na lucratividade. Esse é um problema, precisaria haver uma forma de subsídio para o produtor resistir e continuar na atividade”, afirma Resende. Depois da transição, o lucro do produtor vai aumentar porque os preços são, no mínimo, 30% mais altos.

Para Resende, o que explica a diferença no preço é a questão da oferta e da procura, pois a demanda por orgânicos supera a oferta. Ele admite, no entanto, que sempre haverá diferença de preço porque o orgânico é um produto de melhor qualidade.

“Mesmo que a oferta se torne suficiente para atender ao mercado, o produto orgânico tem que custar um pouco mais, porque tem valor agregado. O consumidor deve ter sempre em mente que é um produto de melhor qualidade.”

Os consumidores acreditam que o preço, apesar de mais elevado, compensa.“É um caro que vale a pena. É uma diferença mínima para quem busca qualidade de paladar e de vida”, afirma Clícia Maria da Silva Cardoso. O dentista Fábio José Turco concorda. “Certamente é um comércio mais restrito, mais caro. Porém, existe a certeza de estar consumindo um produto melhor.”

Deixe seu Comentário

Leia Também

STJ
Quinta Turma dará mais publicidade aos processos levados em mesa para julgamento
BRASIL
Câmara pode votar Lei de Emergência Cultural na próxima terça-feira
BRASIL
Firjan Senai oferece cursos de aperfeiçoamento para todo o país
STJ
Juiz deverá aplicar medidas coercitivas a familiares que se recusam a fazer DNA, sejam ou não parte na investigação de paternidade
STF
Empresas optantes pelo Simples têm direito a imunidades em receitas decorrentes de exportação
MINISTRO
Weintraub: “tentam deturpar minha fala para desestabilizar a nação”
DIA MUNDIAL
Situação de stress social pode ser gatilho para quem tem esquizofrenia
ESTADO
Canil do Corpo de Bombeiros participa de ocorrências no interior e na capital
ESPORTE
Beach Handebol brasileiro busca alternativas para se manter no topo
INTERIOR
Com peças de Lego, alunas da UEMS criam robô que ajuda na prevenção do coronavírus

Mais Lidas

PANDEMIA
Números continuam aumentando e Dourados tem mais nove casos confirmados de coronavírus
TRAGÉDIA
Homem morre atropelado por rolo compactador
PANDEMIA
Dourados ultrapassa marca de 100 casos confirmados de coronavírus
DOURADOS
Servidor da PED é diagnosticado com coronavírus e outros agentes são afastados