Menu
Busca segunda, 26 de julho de 2021
(67) 99257-3397

Operação Pororoca prende prefeito de Macapá

09 novembro 2004 - 09h21

O prefeito de Macapá, João Henrique Pimentel (PT-AP), foi preso ontem à noite em Santarém, no Pará, e levado para a capital do Amapá. É o segundo prefeito detido no estado em consequência da Operação Pororoca, que desde a semana passada colocou na cadeia 32 pessoas, acusadas de envolvimento em fraudes em licitações públicas. Vinte e seis foram soltas ontem. Horas antes, a Polícia Federal havia prendido o prefeito do município de Santana, Rosemiro Rocha (PL). A Operação Pororoca descobriu fraudes em licitações públicas e no Sistema de Administração Financeira (Siafi) do governo federal calculadas em R$ 103 milhões. Os acusados são empresários, políticos e servidores públicos, que tiveram prisão temporária de cinco dias decretada pela justiça a pedido da Polícia Federal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Homem é preso após agredir patrão e jogar gasolina em residência
BRASIL
Saúde aponta 'irregularidades' em contrato na gestão de Ricardo Barros
GOLPE
Mulher transfere R$ 4.300 após golpista se passar pelo filho dela
SAÚDE
Monitoramento aponta boa qualidade das águas subterrâneas de MS
Polícia apreende cerca de 500 quilos de pasta base de cocaína na MS-134
BATAYPORÃ
Polícia apreende cerca de 500 quilos de pasta base de cocaína na MS-134
PRÁTICAS
Detran/MS dobra número de exames realizados no primeiro semestre
TRÊS TONELADAS
Caminhão que saiu de MS é apreendido no Paraná com maconha
FUTEBOL
Justiça anula eleição de Caboclo na CBF e nomeia Landim interventor
TRÁFICO
Empresário é preso com 200 quilos de maconha que iriam para SP
UEMS
Mestrado ProfLetras abre inscrições para aluno especial

Mais Lidas

DOURADOS
Revoltados por morte de adolescente, populares atacam casa de acusado
POLÍCIA
Adolescente de 13 anos morre após ser atropelado no Estela Porã; motorista fugiu
DOURADOS
Homem é esfaqueado na Rua Monte Alegre e encaminhado em estado grave ao HV
DOURADOS
Jovem bêbado é preso dirigindo em 'zigue-zague' na Presidente Vargas