Menu
Busca domingo, 07 de março de 2021
(67) 99257-3397

OMS:40% dos casos graves de gripe suína são de pessoas saudáveis

21 agosto 2009 - 15h07

A OMS (Organização Mundial da Saúde) revelou nesta sexta-feira que 40% dos casos de infecções graves causadas pela gripe suína, denominada gripe A (H1N1), ocorrem em crianças e adultos com menos de 50 anos saudáveis.

Em um documento destinado a servir como guia internacional para o tratamento desta gripe com antivirais, a organização adverte que "alguns desses pacientes têm uma repentina e rápida deterioração de sua condição clínica, normalmente no quinto ou sexto dia do surgimento dos sintomas".

A OMS afirma que esse agravamento se caracteriza por uma pneumonia viral que destrói os tecidos pulmonares e não responde aos antibióticos, enquanto surgem complicações em outros órgãos, como o coração, os rins ou o fígado.

No mesmo documento, a OMS esclarece que o agravamento de um paciente não está associado necessariamente a doenças preexistentes ou a condições delicadas de saúde.

Além disso, sugere ao pessoal de saúde, pacientes e todos aqueles que atenderem doentes em casa que fiquem em alerta diante de sinais que indiquem que a gripe está se transformando em uma doença mais grave.

Nesse caso, acrescentou, é preciso tomar ações imediatas e urgentes, que incluirão a administração do antiviral oseltamivir (nome genérico do Tamiflu) e, quando este não estiver disponível, do zanamivir, o outro remédio que mostrou ser eficaz nos casos da nova gripe.

Sobre as crianças com sintomas graves ou com um risco maior de apresentar um quadro grave, a OMS recomenda que recebam rapidamente um tratamento antiviral. O alerta é válido principalmente para as crianças com menos de 5 anos --grupo que tem mais risco de piorar.

A OMS enumera também os sinais de alerta que devem ser levados em conta: falta de ar --seja durante atividade física ou em período de repouso--, dificuldade para respirar, coloração azulada, catarro com sangue ou com coloração, e dor no peito.

Menciona também febre alta persistente durante mais de três dias, baixa pressão arterial e alteração da condição mental.

"Nas crianças, os sinais perigosos incluem respiração rápida ou difícil, falta de vivacidade, dificuldade para acordar e pouca vontade de brincar", alerta a OMS.

"Em áreas onde o vírus está circulando de maneira ampla, os profissionais de saúde que tiverem pacientes com sintomas de gripe devem assumir que a causa é o vírus pandêmico", de modo que "a decisão de tratamento não deve esperar uma confirmação de laboratório".

O órgão ressalta, contudo, que a maioria dos casos de gripe suína registrados em todo o mundo deixa sintomas leves e não exige uso de medicamento.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) informou em seu mais recente balanço que o número de pessoas infectadas pela gripe suína no mundo chegou a 182.166. Desse total, 1.799 pessoas morreram.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Corinthians vence Sorocaba e fica com a vaga na Libertadores de futsal
ESPORTES
Corinthians vence Sorocaba e fica com a vaga na Libertadores de futsal
BRASIL
Câmara dos Deputados vota esta semana a PEC Emergencial
Mulher que saiu com droga de Dourados com destino a São Paulo é presa
TRÁFICO
Mulher que saiu com droga de Dourados com destino a São Paulo é presa
UTI'S em Dourados seguem com lotação máxima
LIMITE
UTI'S em Dourados seguem com lotação máxima
Traficante é preso com maconha, skunk e crack
REGIÃO
Traficante é preso com maconha, skunk e crack
TRÁFICO
PRF apreende veículo "recheado" de droga na BR-163
SENADO
Comissão da Covid-19 apresenta plano de trabalho nesta segunda-feira
ESPORTES
Amanda Nunes finaliza Megan Anderson e mantém cinturão no UFC 259
OPORTUNIDADE
Inscrições para Programa Estudantil tem início nesta segunda-feira
REGIÃO
Jovem sem CNH é flagrado em direção perigosa e preso

Mais Lidas

EXECUÇÃO
Executado na fronteira era publicitário e morador em Dourados
PONTA PORÃ
Homem é assassinado na região de fronteira e autores deixam recado ao lado do corpo
SIDROLÂNDIA
Empresário morre em acidente que deixou outros três feridos
FRONTEIRA
Corpo de bebê é encontrado em matagal e enrolado em cobertor