Menu
Busca quarta, 24 de fevereiro de 2021
(67) 99257-3397

Odilon quer junta para avaliar fazenda Fronteira

20 março 2004 - 11h15

No ano passado, juiz também determinou estudo por 3 antropólogos da Reserva Buriti . O juiz federal Odilon de Oliveira determinou a definição de três antropólogos e três avaliadores para analisar a situação da fazenda Fronteira, em Antônio João. No dia 10, o juiz proferiu decisão determinando a retirada de guaranis da propriedade em 10 dias. Ele também estabeleceu multa diária de R$ 2 mil à Funai se o prazo for desrespeitado. O prazo corre a partir da notificação das forças policiais (PM e Polícia Federal). Ontem, o delegado que deverá comandar a desocupação, Jonas Rossati, não sabia informar a data em que a Federal foi notificada. Porém o comandante da PM, coronel José Ivan de Almeida, informou ao Campo Grande News que já tinham sido designados 330 policiais para a operação, que está prevista para ocorrer no começo da semana que vem.No caso da designação de técnicos, o prazo é de 30 dias, o mesmo para estar concluso o processo, segundo o juiz. Em agosto do ano passado, diante do conflito entre terenas e fazendeiros em Dois Irmãos do Buriti, o juiz também determinou a composição de um grupo de antropólogos para analisar a área em disputa. Ele previa no começo do ano julgar quem teria direito à terra, o que não ocorreu ainda.A decisão do juiz em relação à fazenda Fronteira já é a sexta concedida. Os guaranis acreditam que na propriedade, de 4,5 mil hectares, esteja a terra sagrada Cerro Marangatu. Há cinco anos há índios na fazenda, sendo denunciado mais de uma vez excesso dos dois lados.O advogado dos donos da área, Guilhermo Ramão Salazar considera que o juiz deferiu o pedido de reintegração porque estava bem fundamentado com documentação em favor dos proprietários.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CHAPADÃO DO SUL
Capataz cai de moto ao sair para trancar porteira e morre no hospital
BRASIL
Bolsonaro entrega projeto que abre caminho para privatização dos Correios
POLÍCIA
Acusado de estupro, vice-presidente da OAB em MS se afasta da função
ECONOMIA
Clientes da Caixa podem acessar serviços do governo pelo aplicativo
TRÊS LAGOAS
Mulher é mantida refém e sofre tentativa de estupro por invasor de casa
MS
Mais de 1,2 mil privados de liberdade realizam o Enem em MS
CRIME AMBIENTAL
Mulher é presa e multada em R$ 2 mil por pescar em local proibido
EMPREGO
Depen suspende provas de concurso público para 309 vagas
CAPITAL
Idoso morre horas após cair quando fazia manutenção em telhado
TECNOLOGIA
Detran/MS agora tem sinal de wi-fi gratuito em agências do interior

Mais Lidas

REGIÃO
Homem é preso após estuprar menina de 11 anos
REGIÃO
Trio de Dourados é preso tentando furtar agência dos Correios de Itaporã
TACURU
Tatuagem ajuda mãe a identificar homem encontrado morto sem a cabeça
BOA AÇÃO
Vítima de golpe, família é ajudada por funcionário de companhia aérea em Campo Grande