Menu
Busca quinta, 24 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
SAÚDE

Obesidade aumenta em até 4 vezes o risco de morrer por Covid, diz pesquisa

13 agosto 2020 - 14h09Por G1

A obesidade é um fator importante de agravamento da Covid-19 e pode aumentar em até quatro vezes o risco de morte, principalmente em homens e pessoas com menos de 60 anos, de acordo com pesquisa publicada nesta quarta-feira (12) na revista "Annals of Internal Medicine".

Os médicos e cientistas da Califórnia, nos Estados Unidos, analisaram os dados de 5.652 pacientes que tiveram o teste positivo para o novo coronavírus entre fevereiro e maio deste ano. O risco causado pela obesidade foi ajustado no estudo, com uma exclusão de fatores extras como diabetes, hipertensão, problemas cardíacos, entre outros. Dados de mulheres grávidas também foram excluídos da pesquisa.

Os resultados mostraram que os pacientes obesos tinham até quatro vezes mais chance de morrer pela doença, especialmente homens e menores de 60 anos com Índice de Massa Corporal (IMC) elevado. A contagem do desfecho dos casos foi feita 21 dias após o início da infecção.

"Encontramos uma associação impressionante entre o IMC e o risco de morte entre pacientes com diagnóstico da Covid-19 em um sistema integrado de saúde. Essa associação foi independente das comorbidades relacionadas à obesidade e outros fatores potenciais de confusão dos resultados", escrevem os autores.

"Nossos dados também sugerem que o risco pode não ser uniforme em diferentes populações, com o IMC elevado fortemente associado à mortalidade pela Covid-19 em adultos jovens e pacientes do sexo masculino, mas não em pacientes do sexo feminino e idosos".
Os cientistas afirmam, ainda, que o estudo é importante para que precauções extras sejam tomadas e evitem ainda mais riscos contra esse grupo. No Brasil, de acordo com dados do Ministério da Saúde desta quarta-feira, mais de 4 mil pessoas obesas morreram com a Covid-19 desde o início da pandemia - quase metade delas com menos de 60 anos, índice mais alto para a faixa etária entre as comorbidades.

Revisão britânica
Em 25 de julho, a Agência de Saúde do Reino Unido já havia publicado uma revisão de estudos sobre a relação entre a Covid-19 e a obesidade. Os pesquisadores britânicos também concluíram que o sobrepeso aumenta os riscos do novo coronavírus.

Segundo os resultados, quem está acima do peso tem 40% mais risco de morrer pela doença. Para obesos, a probabilidade pode ser 90% maior.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga parcela de R$ 300 do auxílio a mais 1,6 milhão de pessoas
DOURADOS
Amplitude térmica passa de 14 graus no início da primavera
LOTERIA
Mega-Sena fica sem acertador mais uma vez e prêmio acumula em R$ 50 milhões
TV DOURADOS NEWS
Angelo Ximenes disputa eleição como presidente da Mútua dia 1 de outubro
FRONTEIRA
Traficante é preso com arma e 3,7 toneladas de maconha em chácara
REGIÃO
Senador Nelsinho Trad conquista mais R$ 38 milhões da União para MS
UFGD
Workshop de Plantas Medicinais será realizado em formato online
BONITO
Quartel do Corpo de Bombeiros terá investimento de R$ 3,1 milhões
AMAMBAI
Homem é preso acusado de estuprar três filhas e engravidar uma delas
TEMPO
Quinta-feira de sol com algumas nuvens em Dourados; não chove

Mais Lidas

DOURADOS
Carro carregado com calhas capota após colisão e mulher fica ferida
PARANÁ
Traficante Elias Maluco é encontrado morto em presídio federal
PEDRO JUAN
Terror na fronteira: três veículos de luxo são incendiados em pontos distintos
PANDEMIA
Prefeitura e MPE entram em acordo para retorno das aulas presenciais na rede privada