Menu
Busca quinta, 22 de abril de 2021
(67) 99257-3397

O “Rally da Safra” chega em Mato Grosso do Sul

06 fevereiro 2004 - 11h26

O “Rally da Safra” chegou ontem, na região de Dourados, para dar início em Mato Grosso do Sul, ao evento que promete ser um marco na tomada de informações sobre a safra agrícola brasileira. As atividades foram iniciadas com a visita a um produtor de Amambai e prossegue nos próximos dias percorrendo também Maracaju e Sidrolândia. Em Dourados, o evento termina hoje à noite, com um jantar onde serão apresentados os dados colhidos."Viagem ao Brasil que produz" - o slogan do “Rally da Safra” - resume o espírito desta expedição que percorrerá 25 mil quilômetros de estradas, passando pelas principais regiões produtoras de grãos do País. Divididos em quatro grupos, agrônomos e jornalistas irão visitar 33 pólos de produção em 15 Estados brasileiros. Serão quarenta dias de viagem, a partir do dia primeiro de fevereiro de 2004.O objetivo das visitas aos pólos de produção é avaliar as condições de desenvolvimento das lavouras, principalmente as de soja e milho, bem como o nível da tecnologia empregada na condução das plantações. A viagem permitirá também traçar um retrato do setor agrícola nas diversas regiões visitadas. Os empreendedores que fazem da agricultura brasileira um exemplo vitorioso, as transformações das cidades na rota do agronegócios e os gargalos de infra-estrutura serão mapeados ao longo do “Rally da Safra”.O Rally é uma iniciativa da empresa de consultoria Agroconsult, com o patrocínio do Banco do Brasil, Bunge Fertilizantes, Kepler Weber e John Deere. Tem ainda o apoio da Ford e da Fundação Agrisus. A expedição é a segunda versão de um projeto embrionário realizado no ano passado. Denominado "De olho Na Safra", foi desenvolvido em parceria com a Agência Estado, do grupo Estado, com a Bunge Fertilizantes e com a Fundação Agrisus.A primeira fase da viagem começou dia primeiro de fevereiro de 2004. Duas equipes deixarão a cidade de Florianópolis/SC em direção à região Centro-Oeste e seguirão por caminhos distintos, sendo que uma se dirigirá para Leste e a outra para Oeste. O roteiro é o seguinte:Trecho Oeste -Santa Catarina-Campos Novos, -Paraná (Cascavel, Campo Mourão)-Mato Grosso do Sul-Mato Grosso -Rondônia, (região de Vilhena).Trecho Leste-Florianópolis -Paraná (Ponta Grossa) -São Paulo (Assis e Pontal do Paranapanema)-Minas Gerais -Goiás -Mato Grosso (região de Rondonópolis).A segunda fase tem seu início marcado para 14 de março, com os trechos Sul-Norte e Nordeste. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

O QUE DIZ A CIÊNCIA
Veja 10 razões que indicam que o coronavírus é transmissível pelo ar
CAPITAL
Preso sexto envolvido na execução de homem encontrado com tiro na nuca
Presidente da Assomasul vai a Brasília e se encontra com Azambuja 
REGIÃO
Presidente da Assomasul vai a Brasília e se encontra com Azambuja 
Proprietários rurais de MS são orientados sobre prevenção aos incêndios 
OPERAÇÃO `PROLEPSE
Proprietários rurais de MS são orientados sobre prevenção aos incêndios 
Prefeitura inicia pavimentação asfáltica no Jardim das Primaveras
DOURADOS
Prefeitura inicia pavimentação asfáltica no Jardim das Primaveras
ANDERCI
Namorado diz que roubava com professora morta para comprar cocaína
GERAL
Ciclista sul-mato-grossense de 16 anos é contratado por equipe portuguesa
MEIO AMBIENTE
Ambiental recolhe 4 filhotes de coruja de forro de residência em reforma
EDUCAÇÃO
UEMS divulga 3ª convocação para matrículas de 22 a 26 de abril
DOIS IRMÃOS DO BURITI
Em depoimento, suspeito disse que matou irmão a tiros após ser ameaçado

Mais Lidas

TIRADENTES
Comércio, vacinação e bancos; veja o que funciona no feriado em Dourados
CLIMA
Dourados pode ter mínima abaixo de 10 graus na próxima semana, indica previsão 
BR-163
Mulher encontrada carbonizada estava desaparecida desde sábado
DOURADOS
Grupo receberia comissão se conseguisse negociar carga de maconha no Água Boa