Menu
Busca sexta, 10 de abril de 2020
(67) 9860-3221

O “Rally da Safra” chega em Mato Grosso do Sul

06 fevereiro 2004 - 11h26

O “Rally da Safra” chegou ontem, na região de Dourados, para dar início em Mato Grosso do Sul, ao evento que promete ser um marco na tomada de informações sobre a safra agrícola brasileira. As atividades foram iniciadas com a visita a um produtor de Amambai e prossegue nos próximos dias percorrendo também Maracaju e Sidrolândia. Em Dourados, o evento termina hoje à noite, com um jantar onde serão apresentados os dados colhidos."Viagem ao Brasil que produz" - o slogan do “Rally da Safra” - resume o espírito desta expedição que percorrerá 25 mil quilômetros de estradas, passando pelas principais regiões produtoras de grãos do País. Divididos em quatro grupos, agrônomos e jornalistas irão visitar 33 pólos de produção em 15 Estados brasileiros. Serão quarenta dias de viagem, a partir do dia primeiro de fevereiro de 2004.O objetivo das visitas aos pólos de produção é avaliar as condições de desenvolvimento das lavouras, principalmente as de soja e milho, bem como o nível da tecnologia empregada na condução das plantações. A viagem permitirá também traçar um retrato do setor agrícola nas diversas regiões visitadas. Os empreendedores que fazem da agricultura brasileira um exemplo vitorioso, as transformações das cidades na rota do agronegócios e os gargalos de infra-estrutura serão mapeados ao longo do “Rally da Safra”.O Rally é uma iniciativa da empresa de consultoria Agroconsult, com o patrocínio do Banco do Brasil, Bunge Fertilizantes, Kepler Weber e John Deere. Tem ainda o apoio da Ford e da Fundação Agrisus. A expedição é a segunda versão de um projeto embrionário realizado no ano passado. Denominado "De olho Na Safra", foi desenvolvido em parceria com a Agência Estado, do grupo Estado, com a Bunge Fertilizantes e com a Fundação Agrisus.A primeira fase da viagem começou dia primeiro de fevereiro de 2004. Duas equipes deixarão a cidade de Florianópolis/SC em direção à região Centro-Oeste e seguirão por caminhos distintos, sendo que uma se dirigirá para Leste e a outra para Oeste. O roteiro é o seguinte:Trecho Oeste -Santa Catarina-Campos Novos, -Paraná (Cascavel, Campo Mourão)-Mato Grosso do Sul-Mato Grosso -Rondônia, (região de Vilhena).Trecho Leste-Florianópolis -Paraná (Ponta Grossa) -São Paulo (Assis e Pontal do Paranapanema)-Minas Gerais -Goiás -Mato Grosso (região de Rondonópolis).A segunda fase tem seu início marcado para 14 de março, com os trechos Sul-Norte e Nordeste. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

COVID-19
Grupos mais expostos ao contágio terão prioridade para testes rápidos
PANDEMIA
Em MS, médico que deixou Ministério diz que sem isolamento social Covid-19 cresce
BRASIL
Anatel comunica telefônicas que não interrompam serviço a inadimplente
DOURADOS
Inova Unigran desenvolve protótipos de protetores faciais para doar aos profissionais da saúde
PANDEMIA
Barreiras sanitárias registram aumento no fluxo de pessoas de outros estados para feriado em MS
PANDEMIA
Mais 1 milhão de máscaras chegam ao Brasil
ENERGIA ELÉTRICA
Governador anuncia isenção do ICMS da tarifa social e beneficia 142 mil famílias em MS
STF
CNA questiona lei que proíbe pulverização aérea em município da Grande Dourados
PANDEMIA
Estado tem 10 pacientes em leitos de UTI por causa do novo coronavírus
BRASIL
Morre índio yanomami com coronavírus

Mais Lidas

COVID-19
Dourados confirma mais um caso de coronavírus e Estado chega a 89
COVID-19
Dos casos de coronavírus em Dourados, três estão curados e um internado
DOURADOS
Mulher morta em acidente cursava pedagogia e terá corpo levado a Naviraí
DOURADOS
Dupla é presa acusada de tentativa de homicídio e fazer criança como escudo