Menu
Busca domingo, 09 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Número de vítimas de infecção hospitalar é desconhecido em MS

16 setembro 2004 - 21h05

As autoridades de saúde não sabem quantas pessoas morrem de infecção hospitalar no Estado, mas admitem que existem dificuldades para diagnosticar os casos. A Agência Nacional da Vigilância Sanitária determinou que todos os hospitais são obrigados a ter uma comissão para combater infecções. Em agosto do ano passado a mulher do músico, Wilson Santos, foi internada no Hospital Regional. Edília Santos passou por uma cirurgia para retirar um tumor no estômago, mas morreu 40 dias depois. “Os médicos falaram que era infecção hospitalar”, afirma Wilson.Até hoje Wilson não conseguiu ter uma cópia do laudo médico que comprova a causa da morte da esposa. Na certidão de óbito Edília Santos faleceu por choque séptico e fístula entérica. As autoridades de saúde não sabem dizer quantas pessoas morreram vítimas de infecção hospitalar, nos últimos anos em Mato Grosso do Sul. Para o coordenador da Vigilância Sanitária, Márcio Toledo, não atestar no laudo a infecção hospitalar é um problema. A partir de agora todos os hospitais do país vão ter que contar com o apoio de uma Comissão de Controle a Infecção Hospitalar. A determinação é da Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Em Mato Grosso do Sul dos 140 hospitais, quase um terço deles não possuí um programa de combate à infecção nos hospitais. Dados da Secretaria Estadual de Saúde. O maior problema, segundo os especialistas, está nos hospitais do interior. Para a infectologista, Ana Lúcia Lírio Oliveira, a falta de higiene seria a principal causa. No Hospital Universitário, em Campo Grande, os casos de infecção hospitalar diminuíram em 5% desde que uma comissão de fiscalização e orientação foi criada. O índice de infecção hospitalar aceito pela Organização Mundial de Saúde é de 5%. Os hospitais têm 30 dias para criar as comissões. Quem não cumprir a determinação vai ser notificado. Em casos de reincidência, a Vigilância Sanitária vai aplicar uma multa que pode chegar a R$ 1 milhão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MEIO AMBIENTE
Agrônomo é autuado em R$ 12,5 mil por derrubada ilegal de árvores
IMUNIZANTE
Saúde distribui 1,12 milhão de vacinas da Pfizer a partir de amanhã
Brasileiro acusado de terrorismo na Ucrânia é preso com drogas e munições
SÃO PAULO
Brasileiro acusado de terrorismo na Ucrânia é preso com drogas e munições
PROCESSO SELETIVO
Abertas inscrições para seleção de estagiários de Direito em Bela Vista
FUTEBOL
Com Palmeiras classificado, Paulistão define confrontos das quartas
OFENSA
Motorista tem caminhão roubado e é mantido em cárcere privado
OPORTUNIDADE
Exército abre concurso com 440 vagas para preparação de cadetes
NAVIRAÍ
Caçador é preso com armas e munições escondidas em motor de veículo
MARÍLIA
Jornalista esportivo Fernando Caetano morre aos 50 anos em São Paulo
CORUMBÁ
Morador de sítio é encontrado morto com perfuração no pescoço

Mais Lidas

DOURADOS
Adolescentes flagrados em festa 'entregam' distribuidora que vendeu bebidas alcoólicas
BR-163
Colisão entre viatura e carreta termina com policial ferido
ACIDENTE
PRF diz que policial saiu andando de viatura após colisão com carreta
BR-163
Viatura da PRF estava com apenas um ocupante quando colidiu contra carreta