Menu
Busca quinta, 25 de fevereiro de 2021
(67) 99257-3397

Número de domicilios com internet cresce 23,5%, diz IBGE

10 outubro 2003 - 09h53

O número de pessoas com computador em casa aumentou em 15,1% de 2001 para 2002 e a elevação do número de residências com computador ligado à Internet foi ainda mais acentuada, 23,5%. Ele crescimento foi muito superior em relação ao percentual registrado para rádio, televisão, geladeira, freezer e máquina de lavar. De acordo com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio ¿ PNAD 2002, divulgada hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o microcomputador está presente em 80% dos domicílios com renda superior a cinco salários mínimos, especialmente nos grandes centros urbanos das regiões Sudeste e Sul. Em 2001, quando o microcomputador foi incluído na PNAD, o IBGE constatou a existência do bem em 12,6% dos domicílios. A pesquisa mostra que em 2002 o percentual de domicílios com televisão ultrapassou o de habitações com rádio, confirmando a trajetória de retração na aquisição de aparelhos de rádio iniciada em 1999. Em 1992, 84,9% das residências tinham rádio, em 1996 e 1998, eram 90,4%, e, em 2002, caiu para 87,9%. Já o percentual de domicílios com televisão ascendeu continuamente, passando de 74%, em 1992, para 89,9%, em 2002. A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD) de 2002, do IBGE, que também investigou temas como migração, instrução, trabalho, rendimentos, fecundidade, famílias e domicílios. A PNAD também informa que 8,8% dos domicílios brasileiros só se comunica por telefone celular. A pesquisa revela que a presença das mulheres no mercado de trabalho vem se tornando cada vez maior. Por outro lado, em 2002, as mulheres continuavam com rendimento inferior ao dos homens. A pesquisa ainda diz que existem 2,1 milhões de crianças de 5 a 14 anos (ou 6,5% desta faixa etária) trabalhando em 2002. Este percentual estava em 12,1% em 1992. E em 2002, mais da metade das pessoas ocupadas (54,8%) não contribuíam para instituto de previdência, encontrando-se as menores proporções de contribuintes na atividade agrícola (10,2%), nos serviços domésticos (28,0%) e na construção (28,9%).    

Deixe seu Comentário

Leia Também

CHAPADÃO DO SUL
Capataz cai de moto ao sair para trancar porteira e morre no hospital
BRASIL
Bolsonaro entrega projeto que abre caminho para privatização dos Correios
POLÍCIA
Acusado de estupro, vice-presidente da OAB em MS se afasta da função
ECONOMIA
Clientes da Caixa podem acessar serviços do governo pelo aplicativo
TRÊS LAGOAS
Mulher é mantida refém e sofre tentativa de estupro por invasor de casa
MS
Mais de 1,2 mil privados de liberdade realizam o Enem em MS
CRIME AMBIENTAL
Mulher é presa e multada em R$ 2 mil por pescar em local proibido
EMPREGO
Depen suspende provas de concurso público para 309 vagas
CAPITAL
Idoso morre horas após cair quando fazia manutenção em telhado
TECNOLOGIA
Detran/MS agora tem sinal de wi-fi gratuito em agências do interior

Mais Lidas

REGIÃO
Homem é preso após estuprar menina de 11 anos
POLÍCIA
Identificada vítima fatal de acidente entre carretas
DOURADOS
Câmara aprova projeto do Executivo para elevar remuneração de secretários municipais
BELEZA
Representante de Dourados está na final do Miss Brasil Teen