Menu
Busca segunda, 18 de janeiro de 2021
(67) 99659-5905
EDITORIAL

No passado mesmo?

16 fevereiro 2016 - 07h24

A afirmação do ministro da Defesa Aldo Rebelo em Dourados na manhã de sexta-feira passada, de que a ‘agenda desestabilizadora’, termo utilizado por ele para definir o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT), ficou no passado chama a atenção pelo esfriamento que o assunto tomou e parece ser tratado em Brasília (DF) neste início de 2016 e após um ano cheio de pressões e denúncias contra o governo federal.

Claro que na função de titular de um Ministério, ele não falaria em outro termo, porém, a citação de que a oposição faria o seu trabalho pensando em algo que colocasse o país novamente nos trilhos, principalmente no que remete a crise econômica e financeira que assombra, é um pouco forçada mediante a um cenário cada vez menos de saturação entre PT e PSDB, partidos que polarizam a disputa do poder atualmente.

O cenário na Capital federal aparenta sim calmaria, mas uma calmaria momentânea, de volta de férias, aliás, longas férias.

Durante a semana que se inicia, por exemplo, os embates devem ganhar maior corpo com as pautas envolvendo o senador e líder do governo Delcídio do Amaral (PT/MS) preso desde o dia 25 de novembro por tentar atrapalhar as investigações na Operação Lava Jato, e o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB/RJ). Ambos terão debatidos processos que podem resultar até na cassação de seus mandatos.

Mesmo com esse cenário, aparentemente, o termo ‘desestabilizador’ deve ser o utilizado por toda a situação nesse início de ano, principalmente para não deixar que o governo volte a ser pressionado e não consiga fazer o seu papel, que é governar.

Diante de um 2015 de muita explicação e pouco trabalho, a ideia da presidência é não deixar que o caldeirão volte a ferver novamente, para ai sim, se buscar saídas para o momento cada vez mais difícil que atravessa o país.

Para isso, até o nem tão aliado assim PMDB, aparenta trégua nesse início de ano, mesmo que momentaneamente.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mercado financeiro aumenta projeção da inflação para 3,43%
BRASIL
Mercado financeiro aumenta projeção da inflação para 3,43%
Governo alerta para vencimento dia 29 do IPVA à vista
ESTADO
Governo alerta para vencimento dia 29 do IPVA à vista
Enquete aponta que maioria concorda com lei seca após 22h
DOURADOS
Enquete aponta que maioria concorda com lei seca após 22h
PRAZO
Última semana para concorrer às vagas do vestibular UEMS 2021
REGIÃO
Suspeito de furtar comércios morre em confronto com a polícia
ESPORTE
Conheça os favoritos para ganhar o título na Liga dos Campeões 2020-21
CONTRABANDO
Carga de defensivos agrícola é apreendida e avaliada em mais de um milhão
DOURADOS
Em ação conjunta, polícia deflagra operação para investigar crimes
BRASIL
Vacinação contra covid-19 começa ainda hoje nos estados, diz Pazuello
DOURADOS
Taxistas começam hoje vistoria anual na Agetran

Mais Lidas

DOURADOS
Morto por descarga elétrica pode ter tentado consertar portão
ACIDENTE
Homem morre após sofrer descarga elétrica em Dourados
DOURADOS 
Jovem cai de moto e pede ajuda após levar facada
DOURADOS
Comitê alerta para crescente da Covid e prefeito expede decreto com novas regras