Menu
Busca sábado, 06 de março de 2021
(67) 99257-3397

Nigeriano é morto com cerca de 50 tiros em Ponta Porã

26 janeiro 2004 - 08h46

Pistoleiros desconhecidos, ocupando um veículo cujas placas não foram anotadas, fuzilaram na noite de sábado, por volta das 21h40m, o traficante nigeriano Modestus Nnadmdi Okeke, 28 anos, que residia em Dourados e nos finais de semana vinha à Ponta Porã para cuidar de seus negócios, apesar de estar jurado de morte. O crime ocorreu no cruzamento da avenida Brasil com uma travessa de acesso à rua Paraguai, quando a vítima trafegava no Fiat Palio EX, de cor bordô, placas HRI-9148 (Dourados-MS), ano 2000, em companhia de um segurança, da amásia Nancy Ofélia Prieto Sanchez e da cunhada, Laura Elizabeth Sanches, 20, residentes à rua Marechal Deodoro, 93, Ponta Porã. Próximo ao cruzamento a vítima deu passagem a um carro estranho, no qual estavam elementos desconhecidos armados de submetralhadoras tipo Uzzi e pistolas 9 milímetros, que abriram fogo na direção do motorista. Okeke morreu na hora, enquanto sua cunhada acabou atingida com 8 tiros e foi transferida para o Hospital Evangélico, em Dourados. A amásia do traficante jogou-se embaixo do painel do carro e foi protegida pelo corpo do marido, que levou quase todos os tiros dos pistoleiros. O carro do nigeriano ficou crivado de balas, atingido por mais de 50 tiros.  A vítima fatal foi levada para o Instituto Médico Legal de Ponta Porã e deveria ser transferida ainda ontem para Dourados. Desde o ano passado Modestus Nnadmdi Okeke estava jurado de morte. No submundo do crime eram fortes os rumores de que ele seria executado por ter matado a ex-mulher de seu irmão, o também nigeriano Clarns Ufoh Odumodu, que está preso em São Paulo por tráfico internacional de entorpecentes. A mulher foi chamada por Okeke à sua residência, próximo ao 4º Batalhão da Polícia Militar, executada a tiros e jogada na rua. O traficante foi preso por força de prisão temporária expedida pela Justiça local, mas logo foi colocado em liberdade por falta de provas. Um namorado da mulher havia jurado matar o nigeriano. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Temporada de pesca começa com alto índice de conscientização ambiental
MEIO AMBIENTE
Temporada de pesca começa com alto índice de conscientização ambiental
Aiatolá iraquiano diz ao papa que cristãos deveriam viver em paz
INTERNACIONAL
Aiatolá iraquiano diz ao papa que cristãos deveriam viver em paz
Paranaense é autuado em R$ 5 mil por construir estrada sem autorização ambiental
REGIÃO
Paranaense é autuado em R$ 5 mil por construir estrada sem autorização ambiental
FRONTEIRA
Moradora acorda com barulho e encontra janelas 'furadas de bala'
Dourados tem mais de 40 pessoas internadas em UTI's com Covid
PANDEMIA
Dourados tem mais de 40 pessoas internadas em UTI's com Covid
FUTEBOL
Pelo Carioca, Flamengo recebe o Macaé no Maracanã
NOVA ANDRADINA
Dupla é presa por tráfico, direção perigosa, desobediência e infração de medida sanitária
PORTO MURTINHO
Pecuarista é autuado em R$ 90 mil por desmatar vegetação em área protegida
PANDEMIA 
Em seis dias, MS registrou quase 80 óbitos por coronavírus
FUTEBOL
Paulistão tem clássico San-São neste sábado

Mais Lidas

PONTA PORÃ
Casal é assassinado na fronteira e corpos são deixados um ao lado do outro
EXECUÇÃO
Executado na fronteira era publicitário e morador em Dourados
DIÁRIO OFICIAL
Guarda municipal de Dourados condenado por tráfico em SP é demitido
MATO GROSSO DO SUL
Ministro da Justiça lamenta morte de coronel Adib e posta foto antiga do GOF