Menu
Busca quarta, 12 de maio de 2021
(67) 99257-3397

"New York Times" ainda não recebeu carta da Presidência

08 setembro 2004 - 14h46

A carta que o governo brasileiro disse ter enviado ao jornal "New York Times" rebatendo afirmações do correspondente Larry Rohter em reportagem sobre o Conselho Federal de Jornalismo ainda não chegou, disse ontem o jornal.Consultado pela Folha, Toby Usnik, diretor de Relações Públicas do diário nova-iorquino, disse que o "Times" não recebeu nenhuma carta do governo.Segundo a Secretaria de Imprensa e Divulgação da Presidência da República, a carta do secretário de imprensa, Ricardo Kotscho, ao "New York Times" já foi encaminhada para a Embaixada do Brasil em Washington, que traduziria o texto e o entregaria ao jornal.A Presidência da República divulgou na última segunda-feira, dia 6, uma nota criticando a reportagem do jornal, que teve como título "Plano para domar jornalistas apenas os revolta no Brasil". O correspondente, que mora no Rio, também citou outros projetos que teriam sido apontados como contrários à liberdade de expressão, como a legislação que cria a Ancinav (Agência Nacional de Cinema e Audiovisual).A reportagem disse que "o governo Lula está enfrentando uma série de acusações de corrupção e irregularidades administrativas", o que teria servido de motivação para essas propostas.Segundo a Secretaria de Imprensa da Presidência, o correspondente "limitou-se a reproduzir declarações de pessoas que se opõem ao projeto" publicadas em outros veículos de imprensa. Além disso, disse que o plano do Conselho Federal de Jornalismo não é do governo Lula, mas do Ministério do Trabalho, "atendendo a antiga reivindicação da categoria profissional."Código de ética: Sobre outro trecho da reportagem, que trata da criação de um código de ética que proíbe os funcionários públicos de dar informações para a imprensa, a Presidência disse que essa proposta ainda está em discussão.Em maio deste ano, Rohter escreveu uma reportagem sobre o suposto hábito de beber do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o que levou o governo brasileiro a pedir a revogação do seu visto no Brasil. Depois de alguma reperussão negativa, o governo desistiu de expulsar o jornalista do país. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CPI ouve hoje Wajngarten sobre 'incompetência' do Ministério da Saúde
SENADO
CPI ouve hoje Wajngarten sobre 'incompetência' do Ministério da Saúde
Doações para campanha 'Aqueça Uma Vida' podem ser feitas até dia 18
SOLIDARIEDADE
Doações para campanha 'Aqueça Uma Vida' podem ser feitas até dia 18
Corpo encontrado em lagoa fica sobre "reboque" até chegada da polícia
COXIM
Corpo encontrado em lagoa fica sobre "reboque" até chegada da polícia
TEMPO
Quarta-feira nublada com possibilidade de chuva em Dourados
RECURSO PRIVILEGIADO
Ação contra exclusão de multas no Detran prende um com CNHs falsas
SENADO
Aprovado caráter permanente do Programa se apoio às Microempresas 
CAPITAL
Caminhão tomba e espalha carga de soja sobre rodovia
DOURADOS
Campanha do Agasalho arrecada 600 quilos e supera meta inicial
CLIMA
Inmet alerta Dourados para perigo de chuvas intensas e declínio de temperatura
Pedreiro é condenado a pagar R$ 50 mil por estuprar enteada de 13 anos

Mais Lidas

PANDEMIA
Levado pela Covid-19, "João da União" deixa legado para família e em Dourados
INDÁPOLIS
'Frio' e com roupa ainda suja de sangue, assassino de tio não mostrou arrependimento ao ser preso
DOURADOS
Homem morre no HV após acidente com condutor que empinava moto
PANDEMIA
Novo decreto mantém toque de recolher às 21h e autoriza abertura de cinema em Dourados