Menu
Busca quinta, 04 de março de 2021
(67) 99257-3397

Nelso Gabiatti quer interditar obras do shopping

05 abril 2004 - 10h11

O vereador Nelso Gabiatti (PMDB) disse hoje, que vai solicitar no plenário da Câmara Municipal, que sejam suspensas as obras do shopping center de Dourados. Segundo ele, a prefeitura fez a licitação para venda da área onde deverá ser construído o primeiro shopping da cidade e está realizando terraplanagem no local sem licença ambiental. “O mais grave é que nem mesmo o estudo de impacto ambiental sobre a viabilidade da obra está pronto”, disse. O terreno fica próximo a uma área de preservação permanente, lembra. “Evidentemente que um shopping center é um dos maiores sonhos da população de Dourados, mas para uma construção de tamanha estrutura é necessário que se obedeçam a critérios ambientais. Pelo que observamos, a Prefeitura tomou uma decisão como esta sem nem mesmo observar que o shopping fica praticamente ao lado de uma área de preservação permanente, que é o lago do Ceper da rodoviária”. Segundo ainda Gabiatti, existem informações até de que o lugar onde está sendo construído o shopping também tem nascentes e “é óbvio que o shopping só pode ser edificado depois de um levantamento técnico cauteloso, capaz de permitir ou não o prosseguimento desta gigantesca obra particular”.O vereador observou ainda que denúncias graves foram publicadas na edição do dia 14 de fevereiro, no jornal Correio do Estado, antes da realização da licitação, que ocorreu no dia 19 de março e que teve como vencedor o Grupo Ingá, do Paraná. “Queremos que todas as entidades ligadas ao meio ambiente também venham a público se manifestar a respeito do assunto, que é de interesse de toda a comunidade douradense. A Câmara e a sociedade organizada precisam da participação efetiva do Conselho Municipal do Meio Ambiente, Sociedade de Defesa do Meio Ambiente (Salvar), Promotoria do Meio Ambiente e técnicos da área”, opinou, concluindo que “levantamentos podem comprovar que estamos diante de uma das maiores falhas já cometidas por esta administração”.Informações do arquiteto Luiz Carlos Ribeiro, presidente da Salvar, publicadas na imprensa da capital dão conta de que para a realização de uma obra do porte de um shopping, são necessários vários passos do ponto de vista ambiental, como a licença prévia para a realização do projeto, licença de instalação, para possibilitar que sejam feitas obras no terreno e, finalmente, a licença de operação, que garante o funcionamento. “Nós também torcemos para que Dourados tenha um shopping center e vamos colaborar para a realização deste sonho, mas a construção tem que obedecer às normas técnicas, sob pena de agredir o meio ambiente de uma forma criminosa e até colocar em risco os douradenses que freqüentarão este tipo de comércio a fim de fazerem suas compras e se divertir. Pode até ser que este empreendimento seja construído próximo ao terminal rodoviário, mas depois de detalhados os estudos técnicos, que pelo menos indique medidas compensatórias ao meio ambiente”, disse Gabiatti. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

LEGISLATIVO DE MS
Projeto que pune 'fura-fila' de vacina é aprovado na Assembleia de MS
MS se aproxima de 700 hospitalizados por coronavírus e UTI's/SUS estão lotadas
PANDEMIA 
MS se aproxima de 700 hospitalizados por coronavírus e UTI's/SUS estão lotadas
Intervenções urbanas de música serão realizadas na Praça Antônio João
CULTURA
Intervenções urbanas de música serão realizadas na Praça Antônio João
PF desarticula grupo especializado em tráfico internacional de drogas
BRASIL
PF desarticula grupo especializado em tráfico internacional de drogas
Três são detidos e polícia desarticula rede de comércio de drogas em cidade de MS
REGIÃO
Três são detidos e polícia desarticula rede de comércio de drogas em cidade de MS
PANDEMIA
MS é o estado que mais aplicou as duas doses da vacina contra a Covid-19
LEGISLATIVO DE MS
Estado pode ter lei que assegura os direitos das mulheres que sofram perda gestacional
ESTADO
Aberta seleção de médicos, farmacêutico e técnico de enfermagem para atuação na Agepen
ESTADO
Plantio do milho passa de 388 mil hectares e chuva pode atrasar ainda mais
PANDEMIA
Ministério da Saúde aprova R$ 420 mil para Dourados enfrentar a Covid-19

Mais Lidas

DOURADOS 
Vídeo mostra momento da colisão entre veículos em Dourados
NOVA DOURADOS
Colisão entre veículos deixa pessoa gravemente ferida em Dourados
PANDEMIA 
Secretário alerta para nova variante do coronavírus na região da Grande Dourados
TRAGÉDIA
Douradense que morreu em acidente no interior de SP tinha 58 anos