Menu
Busca domingo, 25 de julho de 2021
(67) 99257-3397
AEDES AEGYPTI

Mulher que morreu em março é confirmada 11ª vítima da dengue no ano em MS

16 junho 2021 - 11h36Por André Bento

Uma mulher de 52 anos moradora em Corumbá, morta no dia 30 de março, foi confirmada na terça-feira (15) como a 11ª vítima da dengue em Mato Grosso do Sul neste ano. De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, ela começou a sentir os sintomas oito dias antes de falecer e tinha como comorbidades diabetes e hipertensão. 

Essas informações constam no boletim epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (16), que aponta 11.416 casos prováveis da doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti. Em meio à população de 2.803.340 de habitantes, a incidência em âmbito estadual é de 407,2, classificada como alta. 

Desse total de notificações, 1,30% incidem sobre crianças menores de um ano de idade, 6,71% de um a nove anos, 14,07% de 10 a 19 anos, 21,67% de 20 a 29 anos, 19,40% de 30 a 39 anos, 16,15% de 40 a 49 anos, 11,37% de 50 a 59 anos, 6,12% de 60 a 69 anos, 2,45% de 70 a 79 anos, e 0,77% acima de 80 anos.

Já as confirmações de dengue somam 5.778 em território sul-mato-grossense. Três Lagoas é o município com maior número de diagnósticos, 1.597, seguido por Corumbá, 857, Maracaju, 474, Campo Grande, 327, Rio Brilhante, 312, Ivinhema, 292, e Itaquiraí, 261. Os demais municípios confirmaram menos de 200, entre eles, Dourados, com 79.

Dos óbitos atribuídos à doença no Estado, até esse de Corumbá o mais recente havia sido de um homem de 33 anos, morador em Aparecida do Taboado. Ele não tinha comorbidades relatadas e começou a ter sintomas no dia 20 de fevereiro. Embora a data do óbito seja 7 de março, a confirmação da causa só foi obtida em 2 de junho.

A primeira vítima fatal da doença em território sul-mato-grossense foi uma mulher de 29 anos que faleceu em Corumbá no dia 15 de janeiro. Ela tinha doenças autoimunes e começou a sentir os sintomas da dengue no dia 2 daquele mesmo mês.

De Dourados, já havia sido confirmada a morte de um idoso de 66 anos, com diabetes e hipertensão. O início dos sintomas data de 25 de janeiro e a morte ocorreu no dia 29 daquele mês. 

Ainda houve a confirmação de uma vida perdida em Campo Grande. Com diabetes e hipertensão, uma idosa de 69 anos teve os primeiros sintomas de dengue em 22 de fevereiro e morreu no dia 28. 

Também foi confirmada nessa mesma data a morte de um homem de 62 anos, residente na capital, com início dos sintomas em 15 de fevereiro. Ele tinha diabetes e hipertensão, mas também foi diagnosticado com coinfecção por Covid-19. 

Outro óbito confirmado foi de uma mulher de 89 anos em Nova Alvorada do Sul. Com diabetes e hipertensão, ela teve os primeiros sintomas de dengue em 3 de março e faleceu no dia 12 daquele mesmo mês.

Já constava em divulgações anteriores da Secretaria de Estado de Saúde a vítima fatal de Três Lagoas era uma mulher de 44 anos, que começou a sentir os sintomas dia 5 de março e morreu no dia 12 daquele mês. Ela tinha diabetes hipertensão. 

Mais uma vítima fatal da dengue já confirmada anteriormente foi uma jovem de 19 anos residente em Caarapó, que faleceu em 15 de março. Sem nenhuma outra doença relatada, teve os primeiros sintomas de dengue no dia 9 daquele mês.

Outra vítima fatal da dengue em Mato Grosso do Sul era uma mulher de 33 de anos moradora em Ivinhema. Sem nenhum outro problema de saúde relatado, ela teve os primeiros sintomas em 10 de abril e morreu no dia 13 daquele mesmo mês.

Recentemente, havia sido confirmada a morte de uma mulher de 39 anos, sem comorbidades. Moradora em Dourados, ela teve os primeiros sintomas em 7 de maio e morreu no dia seguinte, 8.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Homem é esfaqueado na Rua Monte Alegre e encaminhado em estado grave ao HV
DOURADOS
Homem é esfaqueado na Rua Monte Alegre e encaminhado em estado grave ao HV
ECONOMIA
Corumbá pagará 13º dos servidores de forma integral em dezembro
VACINAÇÃO COVID
Após risco de desabastecimento, Ministério promete enviar 10,2 milhões de doses nesta semana
"É uma vergonha": medalha de prata expõe racha no skate do Brasil
OLIMPÍADAS
"É uma vergonha": medalha de prata expõe racha no skate do Brasil
Após perseguição da PRF, motorista consegue fugir de flagrante de tráfico
POLÍCIA
Após perseguição da PRF, motorista consegue fugir de flagrante de tráfico
DOURADOS
Revoltados por morte de adolescente, populares atacam casa de acusado
PANDEMIA
Dourados tem 66% de ocupação e 15 vagas disponíveis de UTI Covid
PANDEMIA
Família quer que prefeitura assuma conta de R$ 130 mil de paciente que não conseguiu vaga em UTI
ESPORTE
Flamengo goleia São Paulo de virada no Maracanã pelo brasileirão
POLÍCIA
Acusadas de 'magia negra', mulher e filha de 11 anos são assassinadas a tiros

Mais Lidas

NAS REDES
Dourados 360°: imagem mostra a cidade de uma forma diferente; confira
CLIMA
Nova onda de frio pode provocar mínima de 0ºC em Dourados na próxima semana
DOURADOS
Enquanto rapaz viajava, casa é furtada no Água Boa e autores levam até o cachorro
DOURADOS
Jovem bêbado é preso dirigindo em 'zigue-zague' na Presidente Vargas