Menu
Busca quarta, 27 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Mulher processa escola por deixá-la se tornar prostituta

07 janeiro 2010 - 16h39

Maria Mosterd se tornou prostituta. Mas ela elegeu a culpada: sua escola, na cidade de Zwolle. A holandesa de 20 anos então decidiu processar o colégio Thorbecke por "falhar no seu ensino" e por "deixá-la se tornar" uma garota de programa. Ela perdeu na Justiça da Holanda, segundo o site "deStentor".

A prostituta alegava que a escola deveria ter evitado que "caçadores de talentos" investissem sobre ela e ter avisado à sua mãe os seus recorrentes episódios de vadiagem durante horário de aula.

No processo, Maria usou a sua mãe, Lucie, como testemunha. Segundo ela, por desleixo da escola, a filha se tornou presa fácil para os "lover boys", como são conhecidos na Holanda os homens que exploram meninas para uso na prostituição.

Para o tribunal, são os pais e não as escolas os primeiros responsáveis pelo bem-estar e pelo futuro dos filhos. Maria conseguiu escrever um livro sobre suas experiências, em que narra como cafetões a tiraram da escola e a introduziram no mundo da prostituição.

Deixe seu Comentário

Leia Também

REMÉDIO CONTRA MALÁRIA
França proíbe uso da hidroxicloroquina para tratamento da Covid-19
PONTA PORÃ
Ambiental autua homem em R$ 15 mil por maus-tratos a animais
DATAFOLHA
Para 61% dos que viram reunião, Bolsonaro quis interferir na PF
POLÍCIA
Idosa é agredida após ter a casa invadida por morador de rua
CULTURA
CineClube UEMS terá encontros online com filmes sobre pandemia
LOTERIA
Confira os números da Mega-Sena, que paga prêmio de R$ 33 milhões
JARAGUARI
Caminhonete paraguaia com R$ 5 mil em multas é apreendida em MS
CORUMBÁ
Companhia aérea deve indenizar por atraso de voo sem justificar motivo
SAÚDE
HU de Dourados lança Manual de Aleitamento Materno em formato de livro
CAMPO GRANDE
Homem passa mal, mobiliza Bombeiros e Samu e morre a caminho de UPA

Mais Lidas

DOURADOS
Prefeitura estende toque de recolher em 2h em Dourados
PANDEMIA
Dourados tem mais de 150 casos de Covid-19 e secretário diz ser assustadora a crescente na região
PANDEMIA
Dourados investiga morte com suspeita do novo coronavírus
DOURADOS
Empresários cobram de Délia prova científica para justificar toque de recolher