Menu
Busca sexta, 23 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Mulher francesa é ordenada primeira sacerdote do país

02 julho 2005 - 17h03

Geneviève Beney, 55, tornou-se neste sábado a primeira francesa a ser ordenada sacerdote, em uma celebração realizada em uma embarcação em um rio na cidade de Lyon (sul da França), presidida por três "mulheres-bispos".Usando um vestido de cor alaranjada, Beney, casada com um protestante e sem filhos, deixou que um porta-voz lesse uma declaração em seu nome."Nossa transgressão de mulheres ordenadas é legítima, já que é uma questão de dignidade humana (...) Poder responder por livre vontade ao chamado recebido é um direito inalienável", diz o documento.As três "mulheres-bispos" --a alemã Gisela Forster, além de uma austríaca e uma sul-africana--, responderam durante duas horas à imprensa, vestidas com túnicas brancas e estolas de seda vermelha. As quatro mulheres foram, no entanto, excomungadas (impossibilitadas de receber os sacramentos, mas não excluídas da Igreja Católica).Forster e a austríaca fazem parte do grupo de sete mulheres ordenadas sacerdotes sobre o Danúbio em junho de 2002 pelo arcebispo argentino Rómulo Braschi, membro da Igreja Católica e apostólica carismática de Cristo Rei, não reconhecida pelo Vaticano, que as excomungou imediatamente."Viemos a Lyon porque esta é a cidade dos primeiros mártires da Gália", explicou a alemã Gisela Forster.As mulheres sacerdotes disseram que todas as ordenações de mulheres acontecem em um barco para recordar a embarcação na qual Jesus chamou seus dois primeiros apóstolos e para simbolizar a fragilidade de sua posição dentro da igreja."Mas amamos a Igreja Católica. Ela perdeu sua filosofia original, se focou demais na sexualidade. Mas é nossa Igreja, e não se abandona um amigo doente", acrescentou Forster.Casada e moradora de Munique, a bispo alemã celebra missa habitualmente, faz confissão, faz casamentos, batiza crianças e acompanha os moribundos, mas seus atos não são válidos para a Igreja Católica.O arcebispo de Lyon, Philippe Barbarin, que não quis emitir declarações após a ordenação, pediu na quarta-feira (29) que Beney desistisse desse "grave ato de ruptura".No total, uma dezena de mulheres já foram ordenadas sacerdotes e cerca de 65 estão em formação. A próxima ordenação feminina está prevista para 25 de julho e deve acontecer em um barco no rio Saint Laurent, entre Canadá e EUA. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Jovem morre em acidente envolvendo moto e caminhão na MS-164
FRONTEIRA
Jovem morre em acidente envolvendo moto e caminhão na MS-164
O QUE DIZ A CIÊNCIA
Veja 10 razões que indicam que o coronavírus é transmissível pelo ar
CAPITAL
Preso sexto envolvido na execução de homem encontrado com tiro na nuca
Presidente da Assomasul vai a Brasília e se encontra com Azambuja 
REGIÃO
Presidente da Assomasul vai a Brasília e se encontra com Azambuja 
Proprietários rurais de MS são orientados sobre prevenção aos incêndios 
OPERAÇÃO `PROLEPSE
Proprietários rurais de MS são orientados sobre prevenção aos incêndios 
DOURADOS
Prefeitura inicia pavimentação asfáltica no Jardim das Primaveras
ANDERCI
Namorado diz que roubava com professora morta para comprar cocaína
GERAL
Ciclista sul-mato-grossense de 16 anos é contratado por equipe portuguesa
MEIO AMBIENTE
Ambiental recolhe 4 filhotes de coruja de forro de residência em reforma
EDUCAÇÃO
UEMS divulga 3ª convocação para matrículas de 22 a 26 de abril

Mais Lidas

TIRADENTES
Comércio, vacinação e bancos; veja o que funciona no feriado em Dourados
CLIMA
Dourados pode ter mínima abaixo de 10 graus na próxima semana, indica previsão 
BR-163
Mulher encontrada carbonizada estava desaparecida desde sábado
DOURADOS
Grupo receberia comissão se conseguisse negociar carga de maconha no Água Boa